logo_express.jpg

Edição 82 – 02 de junho de 2015_

IPEF acompanha os processos relacionados
a derrogação de pesticidas do FSC®

Lançado recentemente pelo FSC, o documento “Procedimento de Derrogação de Pesticidas” (FSC-PRO-30-001 V1-0) contém as normas para solicitação da derrogação temporária dos pesticidas classificados por este sistema como “altamente perigosos” (HHPs). Esse documento, que se tornará efetivo em 01 de setembro de 2015, deverá ser utilizado por todas as empresas florestais certificadas que tem interesse em solicitar a derrogação temporária dos produtos proibidos presentes na lista FSC (FSC-STD-30-001a EN).

Além de esclarecer algumas regras e processos, o documento também apresenta as responsabilidades do Grupo Consultivo Nacional de Manejo Integrado de Pragas, que é formado por especialistas que são responsáveis em avaliar as derrogações das organizações de seu país.  Esse Grupo, que deve ser administrado pelo escritório nacional do FSC, já possui sua primeira formação no Brasil, como 1º projeto piloto do FSC-IC.

A iniciativa da formação do Grupo Consultivo foi concretizada como atendimento à moção 23, aprovada pelos membros do FSC em sua Assembleia Geral realizada em 2011. O Programa Cooperativo em Certificação Florestal (PCCF) do IPEF, participou das negociações dessa moção e ainda conseguiu inserir a ferramenta de avaliação nacional de risco no texto da moção. Além dessa importante contribuição, o IPEF através do PCCF e suas empresas filiadas, e a Ibá (Indústria Brasileira de Árvores), elaboraram uma carta sobre as preocupações da câmara econômica em relação aos direcionamentos do FSC para com os Indicadores e Limiares revisados, uma vez que muitos produtos utilizados pelo setor foram classificados como “altamente perigosos” devido a forma de classificação recentemente atualizada desses produtos.

O PCCF ainda compartilhou esta carta com as empresas florestais de países como Uruguai, Argentina, Chile, Paraguai, Portugal e Espanha, que também vivenciam as mesmas preocupações do Brasil. As contribuições de todos esses países fizeram com que o FSC, através da aprovação do seu Board of Directors, estendesse o período de envio das solicitações das derrogações dos produtos recentemente adicionados à lista dos Indicadores e Limiares até 30 de junho de 2016. Segundo o FSC, “a extensão irá proporcionar uma transição suave para as exigências do padrão revisado”, convergindo com o entendimento desse sistema das práticas de manejo responsável das organizações. O documento aprovado e maiores informações podem ser acessadas no site do FSC.

Publicado exclusivamente via eletrônica, o IPEF Express não possui periodicidade definida e visa agilizar a divulgação de notas e informações da Diretoria, Coordenadorias do IPEF, seus Programas Cooperativos e atividades correlatas.

Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
http://www.ipef.br
Copyright 2009 IPEF. Reprodução permitida desde que citada a fonte.