Reunião técnica do PTSM aborda o tema nutrição e fertilização de plantações florestais
23/11/2012

Com o tema “Nutrição e Fertilização Florestal”, foi realizado nos dias 10 e 11 de outubro a XLVI Reunião Técnico-Científica do Programa de Silvicultura e Manejo (PTSM), em Porto Seguro e Eunápolis (BA), tendo a empresa Veracel Celulose S/A como anfitriã.

Sob a coordenação dos professores José Leonardo de Moraes Gonçalves (LCF/Esalq/USP), Luciana Duque Silva (LCF/Esalq/USP), e dos engenheiros José Carlos Arthur Junior (PTSM/IPEF) e Helton Maycon Lourenço (Veracel Celulose S/A), a reunião contou com a participação de 98 profissionais das áreas técnica, pesquisa, operacional, além de prestadores de serviço de empresas associadas ao PTSM.

O engenheiro Helton abriu a programação do primeiro dia, apresentando os trabalhos sobre monitoramento nutricional realizado pela Veracel. Na sequência, o pesquisador do Cirad, Dr. Jean-Paul Laclau fez uma síntese dos resultados de pesquisa sobre ciclos biogeoquímicos e hídricos em plantações de eucalipto, com ênfase nas consequências práticas para a fertilização. Dr. Jean-Pierre Bouillet, também pesquisador do Cirad, mostrou resultados experimentais de plantações de eucalipto consorciados com espécies leguminosas arbóreas no Brasil e no Congo, demonstrando a potencialidade desse tipo de sistema silvicultural.

O doutorando do programa de pós-graduação em Recursos Florestais da ESALQ/USP, Eduardo Melo, apresentou os resultados da rede experimental de fertilização do PTSM, a rede ADUBA, destacando que o uso da ureia como fertilizante nitrogenado deve ser utilizado com muito critério em função da sua grande perda por volatilização. O prof. Leonardo explanou sobre o potencial de resposta à fertilização com enxofre em plantações de eucalipto. Fechando o período da manhã, o engenheiro Sérgio Silva, da Veracel, falou sobre as vantagens do uso do método das parcelas gêmeas e os ganhos de produtividade obtidos com o controle da matocompetição e com a fertilização.

No período da tarde, os engenheiros Roosevelt, da ArcelorMittal BioFlorestas, e Sharlles Dias, da Plantar, apresentaram os resultados experimentais sobre nutrição e fertilização realizados em suas empresas. O engenheiro Rodrigo Hakamada, da International Paper, apresentou lacunas da prática de fertilização florestal e as oportunidades de melhoria. Em sequência, as empresas Timac Agro, Heringer e Compo, por meio de seus representantes, engenheiros Danilo Libardi, Camila Jordão e Joaquín Orellana, participaram do painel “Novas tecnologias na produção de fertilizantes”. Apresentaram os produtos desenvolvidos para atender a demanda do setor florestal e se propuseram a buscar soluções customizadas.

Finalizando a programação do primeiro dia, o coordenador técnico do PTSM, José Carlos Arthur, com auxílio do mestrando José Henrique Bazani, apresentaram uma síntese das demandas de mecanização e automação das atividades silviculturais, elaborada por meio de consultas e entrevistas a pesquisadores e engenheiros do setor florestal. Há uma elevada escassez e/ou desqualificação de mão de obra em muitas regiões, para realizar práticas silviculturais básicas. Foram destacadas algumas atividades em que é premente o desenvolvimento de equipamentos para mecanização e automação: irrigação, plantio, rebaixamento de toco, preparador de solo e aplicador de herbicida. Também foi lembrada com destaque uma antiga demanda do setor, o desenvolvimento de tratores com configurações específicas à área florestal, aptos a resistir, por exemplo, ao trabalho em terrenos com tocos e galhos.

No segundo dia foram feitas visitas de campo às plantações de eucalipto da Veracel. Foram visitados e discutidos resultados de experimentos sobre manejo de resíduos florestais, fertilização, e ecofisiologia, observadas práticas de preparo de solo, de aplicação do resíduo industrial CCM , aplicação de fertilizantes com dosagem controlada por sensores eletromecânicos especiais (sistema Arvus). Também foram visitadas parcelas de “Check Plot” e apresentados os sistemas de monitoramento nutricional e de controle de qualidade química dos fertilizantes da empresa.

Segundo o Arthur, “o tema nutrição e fertilização florestal foi discutido pelo grupo em 14 reuniões técnico-científicas, sendo a primeira em 1996. Houve farto desenvolvimento de trabalhos científicos e práticos desde então, evidenciando o dinamismo do setor e a ampla demanda desta linha de pesquisa. A adequação da nutrição florestal resultou em expressivos ganhos de produtividade. A maioria das empresas realizam boas práticas de prescrição de fertilizantes. A interessante apresentação do Dr. Jean-Paul Laclau trouxe subsídios relevantes para discutir o uso da fertilização nitrogenada na fase inicial de crescimento da plantação, o parcelamento das fertilizações de cobertura e o uso do gesso. É importante destacar que os dez anos de parceria entre ESALQ, CIRAD e IPEF deram importantes contribuições para o manejo das plantações de eucalipto. Esse tipo de parceria deve ser cada vez mais fortalecido para que alcancemos níveis maiores de entendimento da nutrição e da fertilização de florestas plantadas”.

O PTSM organizará um “Workshop sobre Máquinas e Implementos Florestais”, com participação dos principais fornecedores desses equipamentos, nos dias 10 e 11 de dezembro, em Piracicaba, SP. Esse evento proverá subsídios para o desenvolvimento de trabalhos e ações cooperativas na área de mecanização e automação de práticas silviculturais.

Em 2013, o PTSM organizará duas reuniões técnico-científicas e um curso de treinamento técnico para os profissionais das empresas associadas. Os temas das reuniões serão definidos no início do ano. Mais informações sobre o PTSM no site do IPEF em http://www.ipef.br/ptsm


Visita de campo a área da Veracel

Temas Relacionados: PTSM, Reunião, Nutrição, Fertilização




Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.