Avança a liberação de parasitóide do Percevejo Bronzeado
01/03/2013

Na última semana, nos dias 19 e 20, aconteceu mais uma liberação do parasitoide de ovos do percevejo bronzeado C. noackae, através do Projeto Cooperativo de Manejo de Pragas Exóticas do Eucalipto (PCMPEE). Outras duas empresas associadas ao PROTEF, a Celulose Riograndense (CMPC) e Stora Enso, permitiram a liberação que é feita três pontos distintos de cada empresa, em áreas com histórico de infestação e presença da praga. Os parasitóides utilizados para a liberação nestas empresas são de origem australiana e vem sendo multiplicados com sucesso no Laboratório de Entomologia da Embrapa Florestas desde outubro de 2012, em um trabalho conduzido pelo pesquisador Leonardo Barbosa (Embrapa) e pelo pós doutorando Bruno Zaché (UNESP-Botucatu).

Considerando avaliações preliminares obtidas em laboratório, a expectativa dos pesquisadores é que ocorra a emergência de aproximadamente 50 insetos adultos em cada ponto de liberação. A próxima etapa do trabalho é monitorar a dispersão e o estabelecimento do parasitóide, e a expectativa para os próximos meses é ampliar os pontos de liberações nessas e em outras empresas. Enquanto isso as pesquisas avançam em laboratório, neste momento estão focadas no desenvolvimento de estratégias para aperfeiçoar a multiplicação do parasitoide, e pretende-se ainda avaliar o potencial de controlador biológico tanto em laboratório como no campo.


Liberação de parasitóide

Temas Relacionados: PROTEF, Embrapa, Parasitóide, Percevejo




Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.