PPPIB realiza visita técnica aos Estados Unidos
09/08/2011

Entre os dias 21 de maio e 03 de junho um grupo de 15 profissionais das empresas do Programa Cooperativo de Produtividade Potencial de Pinus do Brasil (PPPIB), em conjunto com quatro empresas convidadas, percorreu cerca de 4.000 km realizando visitas técnicas em seis estados do sudeste dos Estados Unidos: Alabama, Georgia, Flórida, Carolina do Sul, Carolina do Norte e Virginia. Organizada pelo professor José Luiz Stape (NCSU), coordenador do PPPIB, com ajuda da Forest Productivity Cooperative (FPC), visita proporcionou a equipe a oportunidade de visitar quatro universidades – Auburn University, University of Florida, North Carolina State University e Virginia Tech, sete cooperativas de pesquisa associadas a estas universidades, diversas áreas de plantios comerciais e experimentais de Pinus e Eucalyptus em sete empresas (RMS, IFCO, Rayonier, Deforsa, Arborgen, Meadwestvaco e AFM) associadas à FPC.

Os principais objetivos desta viagem foram o de conhecer e discutir as práticas silviculturais e de manejo utilizados nas empresas florestais norte americanas, concomitante aos programas de melhoramento genético de Pinus e as linhas e prioridades de pesquisa nas áreas de ecofisiologia, viveiro, química da madeira para energia e biocombustível, silvicultura de precisão, proteção florestal, modelos de crescimento, colheita e sensoriamento remoto. Assim, visitaram-se ensaios de melhoramento e hibridação, espaçamento, fertilização, irrigação, mato-competição e desbaste de P. taeda, P. elliiotti var. elliottii e P. palustris, além dos ensaios de tolerância do eucalipto ao frio.

Para Renato Lima, da Valor Florestal, e Fábio Parisotto, da Juliana Florestal, “a visita foi importante para ver o grau de organização e dinâmica da pesquisa de Pinus nos EUA, e nos mostrar a necessidade do avanços na pesquisa brasileira, notadamente nas áreas de genética e ecofisiologia”. James Stahl, da Klabin, e Gustavo dos Santos, da Caxuana, ressaltam que “a facilidade de comunicação e sinergia entre os institutos de pesquisas, universidades e empresas americanas é muito grande e precisamos aprender com isso para otimizar o uso de recursos das empresas”.

O PPPIB terá sua reunião anual no segundo semestre de 2011 quando discutirá a incorporação de novos estudos em sua rede experimental, já baseado nos conhecimento gerado nesta visita.

Sobre o PPPIB

O PPPIB é formado por nove empresas/instituições florestais (Arauco, Arborgen, Caxuana, Juliana, Klabin, Masisa, Rigesa, Valor Florestal e Esalq/USP) e conduz três ensaios de irrigação-fertilização-manejo no Paraná, São Paulo e Minas Gerais e 96 pares de parcelas quadri-gêmeas de inventário para fins de estudos de ecofisiologia e modelagem. Mais informações sobre o PPPIB em http://www.ipef.br/pppib


Participantes da viagem internacional

Temas Relacionados: PPPIB, viagem, visita, Estados Unidos, Pinus




Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.