Biorreguladores

Para auxiliar no manejo dos pomares indoor e outdoor, uma alternativa é a utilização de substâncias que apresentem os efeitos dos hormônios vegetais como os biorreguladores e bioestimulantes vegetais. O emprego dessas substâncias no gênero Eucalyptus apresenta-se promissora para colaborar no manejo de espécies que apresentam inflorescências pequenas, taxa de aborto de frutos elevada e na produção de enxertos.

Uma das dificuldades dentro dos pomares de polinização controlada é o tamanho dos frutos, que muitas vezes pode interferir na escolha do material que será utilizado como planta matriz dentro de um cruzamento híbrido, pois é preferencialmente utilizada como mãe a espécie que apresenta maior fruto e muitas vezes desconsidera-se o aspecto genético.

Objetivos

• Determinar os efeitos de doses e frequências de aplicação de biorreguladores + bioestimulantes no crescimento vegetativo dos botões florais de Eucalyptus spp. em pomares utilizados para polinização controlada;
• Determinar a quantidade e a viabilidade das sementes produzidas;
• Desenvolver um protocolo que possa ser aplicado de maneira comercial.




Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.