Scientia Forestalis, volume 46, n. 118
p.143-155, junho de 2018
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v46n118.01

Avaliação dos impactos da colheita florestal nos atributos físicos do solo em uma reserva legal

Assessment of the impacts of forest harvesting on soil physical attributes of a legal reserve

João Carlos Teixeira Mendes1
Fernando Seixas2

1Doutor em Recursos Florestais. USP – Universidade de São Paulo. ESALQ – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”. Horto Florestal de Itatinga. Caixa Postal 34 – 18690-000 – Itatinga, SP, Brasil. E-mail: jctmende@usp.br.
2Professor Doutor do Departamento de Ciências Florestais. USP – Universidade de São Paulo. ESALQ – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”. Av. Pádua Dias, 11 – Caixa postal 09 - 13418-900 - Piracicaba, SP – Brasil. E-mail: fseixas@usp.br.

Recebido em 08/07/2016 - Aceito em 18/10/2017

Resumo

Este estudo avaliou os efeitos da colheita florestal nos atributos físicos do solo num talhão de Eucalyptus saligna Smith. abandonado há 40 anos. Os três tratamentos testados foram: CCV - colheita convencional com extração mecanizada; CIR1 - colheita de impacto reduzido com extração mecanizada; e CIR2 - colheita de impacto reduzido com extração animal para lenha (DAP ≤ 30 cm) e mecanizada para tora (DAP > 30 cm). As variáveis testadas foram: (i) quatro classes de distúrbios superficiais (m2.ha-1): sem distúrbio (testemunha), leve, moderado e severo; (ii) resistência do solo à penetração (MPa); e (iii) variação da  densidade aparente (g.cm-3). Os resultados mostraram que ocorreu compactação significativa do solo quando se fez extração mecanizada de madeira e em áreas onde ocorreram distúrbios moderado e severo. Os tratamentos CIR1 e CIR2 apresentaram médias menores de áreas com distúrbios superficiais moderado e severo, com 1.151 m2.ha-1 e 1.094 m2.ha-1 respectivamente, diferenciando-os estatisticamente do CCV que apresentou 2.620  m2.ha-1. O uso de sistema de colheita de impacto reduzido minimizou significativamente a área total com compactação de solo prejudicial para o desenvolvimento das plantas e, por isso, é alternativa viável do ponto de vista ambiental para a extração de madeira em talhões abandonados de Eucalyptus e para o manejo florestal em reserva legal.
Palavras-chave: Colheita de impacto reduzido; Extração animal; Reserva legal; Colheita florestal.

Abstract

The objective of this study was to assess the effects of forest harvesting on physical attributes of the soil in a stand of Eucalyptus saligna Smith. abandoned for 40 years. The three treatments were: CCV – conventional harvesting with mechanized extraction; CIR1 – reduced impact harvesting with mechanized extraction; and CIR2 – reduced impact harvesting for firewood associated with animal extraction (DBH≤ 30 cm) and with mechanized extraction for logs (DAP > 30 cm). The variables of soil effects were: (i) four classes of surface disturbances (m2.ha-1): “no-disturbances”, “light”, “moderate” and “severe disturbances”; (ii) cone penetrometer resistance (MPa); and (iii) bulk density variation (g.cm-3). Soil compaction was detected at mechanized extraction and in areas with moderate and severe disturbances. The treatments CIR1 and CIR2 had lower averages of moderate and severe disturbances; 1.151 m2.ha-1 and 1.094 m2.ha-1 respectively, differentiating them statistically from CCV that presented 2.620  m2.ha-1. The use of a reduced impact harvesting system significantly minimized the total area with critical soil compaction for plants development and, therefore, is an environmentally viable alternative to logging in abandoned stands of Eucalyptus and for forest management in legal reserve.
Keywords: Reduced impact harvesting; Animal skidding; Legal reserve; Forest harvesting





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.