Scientia Forestalis, volume 46, n. 120
dezembro de 2018
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v46n120.01

Seleção de procedências e progênies de Araucaria angustifolia (Bert.) O. Kuntze para produção de madeira e pinhão

Selection of provenances and progenies of Araucaria angustifolia (Bert.) O. Kuntze for wood and seed production

Janaina Rodrigues da Silva1
Wanderley dos Santos1
Mario Luiz Teixeira de Moraes1
Jarbas Yukio Shimizu2
Valderes Aparecida de Sousa2
Ananda Virginia de Aguiar2

1Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira – FEIS, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – Unesp. Ilha Solteira / SP, Brasil. E-mail: janainars_t@hotmail.com
2Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Embrapa Florestas – Embrapa. Colombo / PR, Brasil.

Recebido em 15/05/2017 - Aceito em 23/08/2017

Resumo

Foi efetuada a caracterização genética e estimado o ganho genético com a seleção em um teste de procedências e progênies de Araucaria angustifolia visando a produção de madeira e sementes. O teste foi estabelecido em 1980 em Colombo-PR, no delineamento de blocos de famílias compactadas, no espaçamento de 3,0 x 2,0 m, com duas repetições, 12 procedências, 110 progênies e dez plantas por parcela. Os caracteres avaliados foram: DAP (diâmetro a altura do peito), ALT (altura total), VOL (volume cilíndrico), DMC (diâmetro médio de copa), ESP (espessura da casca) e os caracteres de produção de sementes (pinhão). As estimativas dos parâmetros genéticos e o ganho por seleção foram estimados com base no método REML/BLUP. Foi detectada variação genética significativa entre procedências para ALT, VOL, DMC e ESP e entre progênies para VOL. O coeficiente de variação genética individual () foi alto para DAP e VOL (≥ 10,2 %) e a herdabilidade individual no sentido restrito () variou de baixa (0,03) para DMC a alta magnitude (0,60) para VOL. A estratégia de seleção de menor intensidade (38 %) com base no DAP aos 32 anos  foi considerada a mais recomendada, por manter o maior nível de diversidade genética (7,6 %) e tamanho efetivo populacional (55). As procedências de Irati-PR e Itapeva-SP devem ser priorizadas nos próximos ciclos de melhoramento da espécie por apresentarem melhor desempenho em crescimento.
Palavras-chave: pinheiro do paraná; caracteres quantitativos; melhoramento genético; ganho genético por seleção.

Abstract

The genetic characterization and the prediction of genetic gain in a test of provenances and progenies of Araucaria angustifolia, Paraná State was carried out aiming wood and seeds production. The test was established in 1980 in the block randomized design of compacted families, spacing 3.0 x 2.0 m, with 2 replicates, 12 provenances, 110 progenies and ten plants per plot. The evaluated traits were: DBH (diameter at breast height), ALT (total height), VOL (cylindrical volume), DMC (average crown diameter), ESP (bark thickness) and seed (pinhão) production traits. Estimates the genetic parameters and the gain by selection were estimated using the REML/BLUP method. Significant genetic variation was observed between provenances for ALT, VOL, DMC e ESP, and progenies for VOL. The coefficient of individual genetic variation () was higher for DBH and VOL (≥ 10.2 %). Moreover, narrow-sense individual heritability () varied from low (0.03) DMC to high magnitude (0.60) VOL. The strategy of selection of lower intensity (38 %) based on DAP at age 32 was  considered the most recommended because it maintains the highest level of genetic diversity (7.6 %) and effective population size (55). The Irati-PR and Itapeva- SP provencances should be prioritized in the next cycles of breeding of the species since those presente better growth performance.
Keywords: pinheiro do paraná; quantitative trait; genetic improvement; genetic gain.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.