Scientia Forestalis, volume 42, n. 104
p.483-490, dezembro de 2014

Influence of spacing on some physical properties of Schizolobium parahyba var. amazonicum (Huber ex Ducke)

Influência do espaçamento sobre algumas propriedades físicas da madeira de Schizolobium parahyba var. amazonicum (Huber ex Ducke)

Luiz Eduardo de Lima Melo1
Cláudia de Jesus Silva2
Thiago de Paula Protásio3
Paulo Fernando Trugilho4
Iedo Souza Santos1
Cláudia Viana Urbinati1

1UEPA - Universidade do Estado do Pará. Departamento de Tecnologia e Recursos Naturais. Caixa Postal 479 - 66095-100, Belém, PA. E-mail: luizmelo@uepa.br; iedosantos@gmail.com; urbinatiuepa@gmail.com.
2Graduação em Tecnologia Agroindustrial ênfase em Madeira. UEPA - Universidade do Estado do Pará. Departamento de Tecnologia da Madeira. Caixa Postal 479, CEP: 66095-100, Belém, PA – Brasil. E-mail: claudia_jsilva@yahoo.com.br
3UFG - Universidade Federal de Goiás. Regional Jataí – Câmpus Jatobá - 75801615 - Jataí, GO – Brasil. E-mail: depaulaprotasio@gmail.com
4UFLA - Universidade Federal de Lavras. 37200-00, Lavras, MG - Brasil. E-mail: trugilho@dcf.ufla.br

Recebido em 05/11/2013 - Aceito para publicação em 25/06/2014

Resumo

Em virtude principalmente de seu rápido crescimento a espécie Schizolobium parahyba var. amazonicum (paricá) têm se destacado em plantios comerciais na região Norte do Brasil. Entretanto, a escolha do espaçamento ideal, no qual se obtenha uma maior proporção de madeira e melhor qualidade é uma questão a ser considerada nas pesquisas de manejo florestal do paricá. O objetivo do trabalho foi verificar a influência do espaçamento na densidade básica, contrações lineares – radiais e tangenciais, contração volumétrica e fator anisotrópico da madeira de paricá, aos 9 anos de idade, bem como a variação no sentido medula-casca destas propriedades. Utilizou-se delineamento experimental inteiramente casualizado disposto em esquema fatorial 2 x 4 (2 espaçamentos e 4 posições radiais) e 5 repetições nos espaçamentos de 4 x 4m e 8 x 4m, totalizando 10 árvores amostradas, obtidas no município de Garrafão do Norte/PA. De cada árvore foram retirados discos de 8 cm de espessura a 1,30 do nível do solo. De cada disco foram obtidas amostras em quatro posições no sentido medula-casca: a 0% (próximo à medula), a 33 e 66% do raio, e a 100% (na periferia do fuste). Os resultados indicaram que o espaçamento entre árvores não influenciou significativamente as propriedades físicas. Observou-se também aumento da densidade básica e contração tangencial no sentido medula-casca, sendo o contrário observado para a contração radial. Não foram observadas diferenças significativas para a contração volumétrica e o fator anisotrópico em função da posição radial.
Palavras-chave: Paricá, densidade básica, retratibilidade, espaçamento inicial.

Abstract

Schizolobium parahyba var. amazonicum, which is known in Brazil as paricá, has been highlighted in commercial plantations in Northern Brazil, mainly due to its fast growth. However, the choice of the ideal spacing, in which a higher proportion of good quality wood is obtained, constitutes an issue to be considered in research on paricá forest management.  The objective of this study was to verify the influence of spacing on basic density, tangential and radial shrinkage, volumetric shrinkage and anisotropic factor of 9-year-old paricá wood, as well as variation of such properties from pith to bark. An entirely randomized design was used, arranged in a 2 x 4 factorial scheme (2 spacings and 4 radial positions) and 5 replications in 4 x 4m and 8 x 4m spacings, with a total of 10 sample trees obtained in the municipality of Garrafão do Norte/PA. In each tree were obtained 8-cm thick disks were obtained at 1.3m from ground level. The radial position from pith to bark was divided into four parts: at 0% (near the pith), at 33 and 66% along the radius, and at 100% (near the bark). The results indicated that spacing among trees had no significant effects on physical properties. Basic density and tangential shrinkage showed an increasing trend from pith to bark, while the reverse trend was observed for radial shrinkage. Significant differences were not observed for volumetric shrinkage and anisotropic factor as a function of radial positions.
Keywords: Paricá, basic density, shrinkage, spacing.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.