Scientia Forestalis, volume 43, n. 106
p.261-270, junho de 2015

Deposição de serapilheira em reflorestamentos de eucalipto e florestas nativas nas regiões Planalto e Oeste do Estado de Santa Catarina

Litter fall deposition in eucalyptus plantations and native forests in the highland and west regions of Santa Catarina, Southern Brazil

Jonas Inkotte1
Álvaro Luiz Mafra2
Polliana D’Ângelo Rios3
Dilmar Baretta4
Helena Cristina Vieira5

1Mestre em Manejo do Solo. UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina / CAV - Centro de Ciências Agroveterinárias. Av. Luiz de Camões, 2090 - 88.520-000, Lages – SC. E-mail: jonasink@gmail.com.
2Professor titular do Departamento de Solos e Recursos Naturais. UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina / CAV - Centro de Ciências Agroveterinárias. Av. Luiz de Camões, 2090 - 88.520-000, Lages – SC. E-mail: alvaro.mafra@udesc.br - Bolsista de pesquisa PQ2 do CNPq.
3Professora adjunta do Departamento de Engenharia Florestal. UDESC – Universidade do Estado de Santa Catarina / CAV - Centro de Ciências Agroveterinárias. Av. Luiz de Camões, 2090 - 88.520-000, Lages – SC. E-mail: polliana.rios@udesc.br.
4Professor adjunto do Departamento de Zootecnia. UDESC - Universidade do Estado de Santa Catarina - 89806070, Chapecó, SC. E-mail: dilmar.baretta@udesc.br.
5Graduanda em Engenharia Florestal. UDESC - Universidade do Estado de Santa Catariana - 89806070, Chapecó, SC. E-mail: lenacristin@hotmail.com.

Recebido em 15/03/2014 - Aceito para publicação em 15/12/2014

Resumo

Em áreas florestais o aporte natural de nutrientes ao solo ocorre principalmente pela decomposição de serapilheira. O estudo objetivou avaliar a deposição de serapilheira em áreas de floresta nativa e reflorestamento de eucalipto nas regiões Planalto e Oeste de Santa Catarina, correspondente ao ambiente de Floresta Ombrófila Mista e Floresta Estacional Decidual. A fitomassa foi coletada em armadilhas de 1m² durante um ano. A deposição da serapilheira foi superior na primavera e verão no Planalto e na primavera e inverno no Oeste. Os totais anuais no Planalto foram de 6632 a 7385 kg ha-1 e de 8246 e 8539 kg ha-1 na média das vegetações avaliadas no Oeste. Sendo assim, as áreas de mata nativa e reflorestamento de eucalipto em ambas regiões apresentaram padrões semelhantes de deposição, o que pôde-se inferir na pouca alteração do regime de deposição de serapilheira entre as duas formações florestais.
Palavras-chave: Floresta estacional decidual, floresta ombrófila mista, solos, biomassa.

Abstract

In forest areas, the natural nutrient input in the soil occurs mainly by litter fall decomposition. The study aimed to evaluate litter fall deposition in areas of native forest and eucalypt plantations in the highland and Western regions of Santa Catarina State, Southern Brazil, in areas of mixed Araucaria and semi-deciduous forests, respectively. The litter fall biomass was measured in 1m² collectors throughout one year. The litter fall deposition was higher in the spring and summer in the highland areas and it was also higher in the spring and winter in the western region. The total annual litter fall was from 6632 to 7385 kg ha-1 and of 8539 kg ha-1 in the mean of the evaluated forests in West. Thus, areas of native forest and eucalypt plantations in both regions showed similar patterns of deposition, as deducted by the almost imperceptible change of regime deposition of litter between the two forest types.
Keywords: Deciduous seasonal forest, mixed rain forest, soils, biomass.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.