Scientia Forestalis, volume 45, n. 116
p.611-618, dezembro de 2017
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v45n116.02

Delimitação estatística dos lenhos juvenil e adulto de Eucalyptus e Corymbia

Statistical delimitation of juvenile and mature wood of Eucalyptus and Corymbia

Milene Teixeira Souza1
José Tarcísio Lima2
Bruno Charles Dias Soares3
Selma Lopes Goulart4
Lidiane Costa Lima3

1Doutora em Ciência e Tecnologia da Madeira. UFLA – Universidade Federal de Lavras. Campus UFLA – 372000-000 – Lavras, MG, Brasil. E-mail: tsmilene@gmail.com
2Professor Titular do Departamento de Ciências Florestais. UFLA – Universidade Federal de Lavras. Campus UFLA – 372000-000 – Lavras, MG, Brasil. E-mail: jtlima@dcf.ufla.br
3Doutorando(a) em Ciência e Tecnologia da Madeira. UFLA – Universidade Federal de Lavras. Campus UFLA – 372000-000 – Lavras, MG, Brasil. E-mail: bruno.soares_18@hotmail.com, lidy_nanni@hotmail.com
4Professora Doutora. UFRA- Universidade Federal Rural da Amazônia / Campus Parauapebas. Caixa-postal: 3017 - 68515970 – Parauapebas, PA, Brasil. E-mail: lopesgoulart@yahoo.com.br

Recebido em 29/12/2017 - Aceito para publicação em 14/06/2017

Resumo

Esse trabalho teve como objetivo delimitar a idade de transição entre o lenho juvenil e o adulto de Eucalyptus pilularis, Eucalyptus saligna, Eucalyptus cloeziana e Corymbia maculata com 37 anos de idade, a partir da análise das variações no sentido medula-casca do comprimento das fibras e do ângulo microfibrilar. Duas árvores de cada espécie foram selecionadas, abatidas e tiveram discos cortados na base do tronco. Amostras foram retiradas do disco no sentido medula-casca para a determinação do ângulo das microfibrilas e do comprimento das fibras. O E. saligna apresentou o maior comprimento médio das fibras e a menor média do ângulo microfibrilar. As idades de transição estimadas pela análise da variação do comprimento das fibras foram menores do que aquelas estimadas pela análise da variação do ângulo microfibrilar. A análise de regressão linear response plateau permitiu estimar o ponto em que ocorre a estabilização do comprimento das fibras e do ângulo microfibrilar para as espécies avaliadas.
Palavras-chave: Comprimento da fibra, ângulo microfibrilar, variação radial.

Abstract

The aim of this work was to determine the limit between juvenile and mature wood in Eucalyptus pilularis, Eucalyptus saligna, Eucalyptus cloeziana and Corymbia maculata at the age of 37 years, based on the pith to bark analysis of the variation of fibers length and microfibril angle. Two trees of each species were cut and 10 cm thick discs were removed from the base of the trunk. Samples were drawn in the pith-bark direction in the discs to determine the variation of microfibril angle and fiber length. E. saligna presented the highest mean fiber length and the smallest mean microfibril angle. The transition ages, estimated by analyzing the radial variation of the fibers length, were smaller than those estimated by the analysis of the microfibril angle variation. The response plateau analysis of regression allowed estimating the point at which stabilization of fiber length and microfibril angle occurs for the species analyzed.
Keywords: Fiber length, microfibril angle, radial variation.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.