Scientia Forestalis, volume 46, n. 118
p.157-166, junho de 2018
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v46n118.02

Adaptabilidade, estabilidade e produtividade de progênies de Eucalyptus grandis Hill ex Maiden

Adaptabilty, stability and productivity of Eucalyptus grandis progenies

Carlos Eduardo Caixeta de Castro1
Paulo Henrique Muller da Silva2
Marcio José de Araújo3
Aline Cristina Miranda4
Mario Luis Teixeira de Moraes5
Rinaldo Cesar de Paula6

1Doutor em Agronomia (Genética e Melhoramento). Unesp – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” / Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal. Via de Acesso Prof. Paulo Donato Castellane, s/n – 148884-900 – Jaboticabal, SP, Brasil. E-mail: carloscaixetaagro@yahoo.com.br.
2Pesquisador Doutor. IPEF – Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais. Via Comendador Pedro Morganti, 3500 – Monte Alegre – 13415-000 – Piracicaba, SP, Brasil. E-mail: paulohenrique@ipef.br.
3Doutorando em Genética e Melhoramento de Plantas. Unesp – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” / Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal. Via de Acesso Prof. Paulo Donato Castellane, s/n – 148884-900 – Jaboticabal, SP, Brasil. E-mail: marcio_ok66@hotmail.com.
4Pesquisadora Doutora em Melhoramento em Genética e Melhoramento Florestal. Suzano Papel e Celulose - Unidade Mucuri. Rod. BR 101, Km 945,5, s/n - Zona Industrial, Mucuri - BA, 45930-000.
5Professor Titular do Departamento de Fitotecnia e Tecnologia de Alimentos. UNESP - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Campus Ilha Solteira. Avenida Brasil, 56, Centro - 15385-000 - Ilha Solteira, SP, Brasil. E-mail: teixeira@agr.feis.unesp.br.
6Professor Titular no Departamento de Produção Vegetal. Unesp – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” / Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal. Via de Acesso Prof. Paulo Donato Castellane, s/n – 148884-900 – Jaboticabal, SP, Brasil. E-mail: rcpaula@fcav.unesp.br.

Recebido em 21/02/2017 - Aceito em 23/10/2017

Resumo

Os programas de melhoramento florestal no Brasil visam proporcionar um incremento na produtividade para atender a demanda crescente por madeira. O objetivo deste estudo foi estimar parâmetros genéticos, adaptabilidade e estabilidade de famílias de polinização aberta de Eucalyptus grandis em diferentes locais no Brasil e propor estratégias de seleção para os ambientes. Foram avaliadas 165 progênies de polinização aberta em oito ambientes nos municípios de Monte Dourado-PA; Itamarandiba-MG; Anhembi, Capão Bonito, Lençóis Paulista e Pratânia-SP, em idades variando de 36 a 51 meses. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, no espaçamento de 3,0 x 2,0 m, com parcelas lineares de 5 ou 6 plantas, e repetições variando de 4 a 8. Foram tomados os dados de altura total e diâmetro a altura do peito, e a partir destes foi estimado o volume de madeira. Os resultados evidenciam a ocorrência de interação genótipo por ambiente, com alteração no ordenamento dos genótipos nos ambientes, conforme detectado pelo método da Média Harmônica da Performance Relativa dos Valores Genéticos (MHPRVG) comparado com as ordenações dos genótipos por local. Assim, a seleção simultânea para todos os ambientes não é a melhor estratégia de melhoramento, sugerindo-se o zoneamento ou estratificação ambiental e escolhendo-se um ambiente representativo para cada subconjunto de locais estudados. Desta forma, os locais Pratânia e Monte Dourado B podem ser utilizados para obtenção de genótipos representativos e superiores para a maior parte das regiões estudadas.
Palavras-chave: Melhoramento florestal, MHPRVG, interação, correlação.

Abstract

The forest breeding programs in Brazil aim at increasing productivity to meet the growing expected demand of wood. The objective of this study was to estimate genetic parameters and the stability of open-pollinated families of Eucalyptus grandis in different environments in Brazil, and also to propose selection strategies for the environments. 165 open-pollinated progenies were evaluated in eight environments in Monte Dourado-PA; Itamarandiba-MG; Anhembi, Capão Bonito, Lençóis Paulista and Pratânia-SP at age ranging between 36 and 51 months. The experimental design was randomized complete block design, planted in the spacing of 3.0 x 2.0 meters, with linear plots of 5 or 6 plants, and repetitions ranging from 4 to 8. Traits measured were: height, diameter at breast height and from these two traits volume was estimated. Results showed genotype-by-environment interaction, showing change in the ordering of Harmonic Mean of the Relative Performance of the Genetic Values (HMRPGV) method compared to the ordering by environments. Thus, simultaneous selection for all sites is not the best strategy. The sites of Pratânia and Monte Dourado B may be used for representative genotypes for most of the regions studied.
Keywords: Tree breeding, HMRPGV, interaction, correlation.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.