Scientia Forestalis, volume 40, n. 95
p.317-326, setembro de 2012

Análise de correlação canônica entre características da madeira e do carvão vegetal de Eucalyptus

Canonical correlation analysis between characteristics of Eucalyptus wood and charcoal

Thiago de Paula Protásio1
Paulo Fernando Trugilho2
Thiago Andrade Neves3
Carlos Magno Melo Vieira4

1Graduando em Engenharia Florestal – UFLA - Universidade Federal de Lavras, C.P. 3037, CEP 37200-000, Lavras –MG - E-mail: depaulaprotasio@gmail.com
2Engenheiro Florestal, Pós-Doutor em Engenharia Florestal, Prof. Associado IV – UFLA - Universidade Federal de Lavras, C.P. 3037, CEP 37200-000, Lavras –MG - E-mail: trugilho@dcf.ufla.br
3Engenheiro Florestal, Mestrando em Ciência e Tecnologia da Madeira – UFLA - Universidade Federal de Lavras, C.P. 3037, CEP 37200-000, Lavras – MG - E-mail: tmaffia@hotmail.com
4Saint Gobain PAM Bioenergia LTDA., Rua Corrêa Lacerda, 33, CEP 37310-000, Bom Jardim de Minas, MG.

Recebido em 12/09/2011 - Aceito para publicação em 11/06/2012

Resumo

Objetivou-se utilizar a análise de correlação canônica para verificar as associações existentes entre o grupo formado pelas características da madeira de clones de Eucalyptus com o grupo formado pelas características do carvão vegetal dela obtido, com enfoque para o método de avaliação não destrutivo denominado Pilodyn. Foram utilizados sete clones de Eucalyptus e 24 observações amostrais. Utilizou-se o teste multivariado Lambda de Wilks para avaliar a significância das raízes canônicas conjuntamente. Apenas a primeira função canônica mostrou-se significativa e apresentou alto R² canônico (0,9141). A primeira função canônica permite verificar que: a) Quanto maior a profundidade de penetração do pino do Pilodyn menor a densidade básica, menores os teores de lignina e extrativos totais, menor o rendimento gravimétrico em carvão vegetal e maior o teor de holocelulose. b) Há uma tendência de elevados teores de lignina e extrativos totais e menor teor de holocelulose estarem associados com a madeira de maior poder calorífico superior e maior densidade básica. c) O rendimento gravimétrico em carvão vegetal está relacionado negativamente com o teor de holocelulose e positivamente com os teores de lignina e extrativos totais e com a densidade básica da madeira. Estes resultados demonstram a possibilidade de utilização dessa técnica multivariada para realizar inferências a respeito da qualidade e produção do carvão vegetal de clones de Eucalyptus.
Palavras-chave: análise multivariada, bioenergia, biomassa, clones

Abstract

This study aimed at using the canonical correlation analysis to verify associations between the group formed by wood characteristics and the group formed by the characteristics of the charcoal obtained from Eucalyptus clones, focusing on the non-destructive method called Pylodin. Seven Eucalyptus clones and 24 sample observations were used. The multivariate Wilk’s Lambda test was used to evaluate the significance of the canonical roots. Only the first canonical function was significant and presented high canonical R² (0.9141). The first canonical function shows that: a) The higher depth of penetration of the Pilodyn pin is associated with the lower basic density, lower lignin and total extractives content, lower gravimetric yield in charcoal and higher holocellulose content. b) There is a tendency of high lignin and total extractives contents and lower holocellulose contents being associated with wood of higher calorific value and basic density. c) Gravimetric yield in charcoal is negatively related with holocellulose content and positively with lignin and total extractives contents and basic density of the wood. These results show the possibility of using this multivariate technique to make inferences about the quality and production of charcoal from Eucalyptus clones.
Keywords: multivariate analysis, bioenergy, biomass, clones





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.