Scientia Forestalis, volume 42, n. 102
p.191-196, junho de 2014

Avaliação biomecânica de trabalhadores de diferentes estaturas nas atividades de Plantio e Adubação Florestal

Biomechanical evaluation in workers of different statures at planting and fertilizing forest activities

Pedro Caldas de Britto1
Eduardo da Silva Lopes2
Erivelton Fontana de Laat3
Nilton César Fiedler4

1Mestrando em Ciências Florestais. UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro-Oeste. PR 153, km 7, Bairro Riozinho. CEP: 84500-000 - Irati - PR - Brasil. E-mail: pbflorestal@yahoo.com.br.
2Doutor em Ciências Florestais, Prof. Departamento de Engenharia Florestal. UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro-Oeste. PR 153, km 7, Bairro Riozinho. CEP: 84500-000 - Irati - PR - Brasil. E-mail: eslopes@pq.cnpq.br.
3Doutor em Engenharia de Produção. Prof. Departamento de Educação Física. UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro-Oeste. PR 153, km 7, Bairro Riozinho. CEP: 84500-000 - Irati - PR - Brasil. E-mail: eriveltonlaat@hotmail.com.br
4Doutor em Ciências Florestais, Prof. Departamento de Engenharia Florestal. UFES - Universidade Federal do Espirito Santo. Av. Gov. Lindemberg, 316, Centro, CEP 29.550-000, Jerônimo Monteiro - ES - Brasil. E-mail: fiedler@pq.cnpq.br

Recebido em 25/07/2013 - Aceito para publicação em 10/03/2014

Resumo

O trabalho teve por objetivo principal realizar uma avaliação biomecânica de trabalhadores de diferentes estaturas na execução das atividades de plantio e adubação florestal, visando a melhoria das condições de conforto, segurança e saúde. O estudo foi realizado em uma empresa florestal localizada na região dos Campos Gerais, Paraná, envolvendo as atividades manuais de plantio e adubação. Foram obtidas medidas antropométricas estáticas de uma amostra de 126 trabalhadores florestais e selecionados indivíduos de estaturas correspondentes aos percentis 5, 50 e 95%. Em seguida, para a avaliação biomecânica foram realizadas filmagens dos trabalhadores na execução do trabalho nas posturas típicas, sendo os dados analisados no programa 3DSSPP (Programa de Predição de Postura e de Força Estática 3D). Os resultados mostraram que houve maior compressão no disco L5-S1 da coluna vertebral dos trabalhadores na execução do plantio, sendo mais evidente nos trabalhadores de maior estatura. O quadril foi a articulação mais afetada em ambas as atividades, com maior comprometimento nos trabalhadores de maior estatura. É necessário o desenvolvimento de plantadora e adubadora florestal que permita regulagens de forma a atender às medidas antropométricas de todos os futuros usuários.
Palavras-chave: Plantio florestal, saúde no trabalho, ergonomia.

Abstract

The study aimed to do a biomechanical evaluation of workers of different statures in the execution of forest planting and fertilization activities, in order to improve comfort, safety and health conditions. The study was conducted at a forest service company, located in the Campos Gerais´ region, Paraná, involving the manual planting and fertilization activities. Anthropometric measurements were obtained from a sample of 126 forest workers and selected individuals of stature percentiles corresponding to 5, 50 and 95%. Then, for conducting the biomechanical evaluation, workers were filmed during their activities in the typical postures and the data submitted to the 3DSSPP (Prediction of Static Force Posture 3D) program. The results showed that there was a higher compression on L5-S1 column disc of workers in the execution of planting; more evident in workers of greater stature. The hip was the articulation most affected in both activities studied, mainly in the workers of greater stature. There is a need to develop a forest plantation and fertilizer that allows adjustments to according to anthropometric measures of all future users.
Keywords: Forestry plantation, occupational health, ergonomics.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.