Scientia Forestalis, volume 44, n. 109
p.33-40, março de 2016
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v44n109.03

Forma de fuste de árvores de Eucalyptus em plantios com diferentes densidades iniciais

Stem form of Eucalyptus trees in plantations under different initial densities

Rafael Ribeiro Souza1
Gilciano Saraiva Nogueira2
Leonidas Soares Murta Júnior3
Eduardo Pelli4
Marcio Leles Romarco de Oliveira5
Christovão Pereira Abrahão6
Hélio Garcia Leite7

1Mestre em Ciência Florestal. UFVJM - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.  Campus JK - Rodovia MGT 367 - Km 583, nº 5000 -  39100-000 – Diamantina, MG, Brasil. E-mail: rafaelp.eflo@yahoo.com.br
2Professor Associado II. UFVJM - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.  Campus JK - Rodovia MGT 367 - Km 583, nº 5000 -  39100-000 – Diamantina, MG, Brasil. E-mail: nogueirags@yahoo.com.br
3Doutorando em Ciências Florestais. UNB - Universidade de Brasília. Campus Darcy Ribeiro - Asa Norte - 70904970 - Brasília, DF, Brasil. E-mail: murtaengflo@gmail.com
4Mestre em Ciências Florestais - Professor Auxiliar I.  UFVJM - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.  Campus JK - Rodovia MGT 367 - Km 583, nº 5000 -  39100-000 – Diamantina, MG, Brasil. E-mail: eduardopelli@gmail.com
5Professor Adjunto IV. UFVJM - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.  Campus JK - Rodovia MGT 367 - Km 583, nº 5000 -  39100-000 – Diamantina, MG, Brasil. E-mail: marcioromarco@gmail.com
6Professor Adjunto I. UFVJM - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.  Campus JK - Rodovia MGT 367 - Km 583, nº 5000 -  39100-000 – Diamantina, MG, Brasil. E-mail: cabrahao@gmail.com
7Professor Titular. UFV – Universidade Federal de Viçosa /Centro de Ciências Agrárias, Departamento de Engenharia Florestal. Avenida Ph Rolfs, s/n- Campus UFV -  36570-000 - Vicosa, MG, Brasil. E-mail: hgleite@gmail.com

Recebido em 24/02/2015 - Aceito para publicação em 30/07/2015

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do arranjo espacial de plantio na forma do fuste de árvores de eucalipto. Foram utilizados dados de um experimento implantado em dezembro de 2002, no delineamento em blocos (três blocos), sendo testados os arranjos espaciais de 3,0 x 0,5; 3,0 x 1,0; 3,0 x 1,5; 3,0 x 2,0 e 3,0 x 3,0 m. Aos oito anos de idade foram abatidas e cubadas 180 árvores. Esses dados foram utilizados para ajustar os modelos de afilamento propostos por Garay e de Schöepfer. Testes de identidade de modelos foram aplicados nas equações com a finalidade de verificar a igualdade entre a forma dos fustes. O modelo de Garay é o mais indicado para descrever o afilamento de eucalipto nos arranjos espaciais avaliados. Foi aceita a hipótese de nulidade no teste de identidade de modelos não linear, indicando a igualdade entre as equações nos arranjos de 3,0 x 0,5 e 3,0 x 1,0 m. Para uma distância de 3 metros entre fileiras, quanto maior a distância entre plantas, mais cônica é a forma do fuste.
Palavras-chave: afilamento, espaçamento, identidade de modelos.

Abstract

The objective of this study was to evaluate the effect of the spatial arrangement of planting on the stem form of eucalypt trees. Data used were from an experiment established in December 2002, in random blocks design (three blocks), with the spatial arrangements of 3,0 x 0,5; 3,0 x 1,0; 3,0 x 1,5; 3,0 x 2,0 and 3,0 x 3,0 m being tested. At eight years of age 180 trees were harvested and cubed. These data were used to adjust the taper models of Garay and Schöepfer. Model identity tests were applied on the fitted equations in order to verify the equivalence between the shapes of the boles. The Garay model is the most suitable to describe the taper of eucalypts in the evaluated spatial arrangements. The null hypothesis in the identity test of nonlinear models was accepted, indicating equality between the equations in the arrangements of 3,0 x 0,5 and 3,0 x 1,0 m. For a distance of 3,0 m between the rows; the greater the distance between plants the most conical shaped is the bole.
Keywords: taper, spacing, identity of models.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.