Scientia Forestalis, volume 42, n. 101
p.41-47, março de 2014

Efeito da espécie e da condição de secagem na formação de defeitos na madeira serrada de eucalipto

Effects of species and drying condition on defects formation in eucalyptus lumber

Jackson Roberto Eleotério1
Kerling Fabiane Hornburg2
Douglas Reichert3
Tania Regina Bagattoli2
Isalena Meneghelli3

1Engenheiro Florestal, Professor Doutor. FURB – Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Tecnológicas, Rua São Paulo, 3250, CEP 89030-000, Blumenau, SC. E-mail: jreleote@furb.br.
2Engenheira Florestal, FURB – Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Tecnológicas, Rua São Paulo, 3250, CEP 89030-000, Blumenau, SC. E-mail: kerlingh@gmail.com; trbtania@gmail.com.
3Graduando(a) em Engenharia Florestal, Bolsista do FUMDES/SED-SC. FURB – Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Tecnológicas, Rua São Paulo, 3250, CEP 89030-000, Blumenau, SC. E-mail: reichert_gog@hotmail.com, isalenameneg@gmail.com.

Recebido em 09/05/2013 - Aceito para publicação em 12/12/2013

Resumo

O presente trabalho objetivou avaliar o efeito da condição de umidade em três níveis: 1. Úmida, 2. Seca em escala piloto, a taxas moderadas e 3. Seca em escala industrial, a taxas severas; na intensidade de defeitos na madeira serrada de cinco espécies e de um híbrido de eucalipto. Os defeitos encurvamento, arqueamento, rachaduras de topo, encanoamento e torcimento foram medidos antes e após a secagem. O encurvamento diminuiu com a secagem, principalmente quando seco a taxas severas. O efeito da secagem na intensidade de arqueamento variou em razão da espécie, sendo que médias similares ou inferiores do defeito foram obtidas com secagem a taxas severas. Com exceção de Eucalyptus grandis, quando seco a taxas severas, não houve alteração da intensidade média de rachaduras da madeira seca quando comparada com a da madeira úmida. As menores intensidades de encanoamento foram obtidas quando secas a taxas moderadas, exceto para a madeira de Eucalyptus grandis. Já para torcimento, as menores intensidades do defeito foram obtidas quando secas a taxas severas, exceto para o híbrido Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla. Uma parcela considerável dos defeitos ocorre na madeira úmida, provavelmente devido à relação com as tensões de crescimento, podendo ser revertida na secagem, mesmo com taxas severas.
Palavras-chave: Eucaliptos, taxa de secagem, empenamentos, rachaduras, condição de umidade.

Abstract

This paper aims to evaluate the effect of moisture condition at the different levels: 1. moist, 2. dried in a pilot scale at small rates and 3. dried in an industrial drier, at great rates; on the intensity of defects of lumber from five species and one eucalypt hybrid. The bow, crook, top cracks, cup and twist intensity were measured before and after the drying. The bow intensity was reduced after drying, mainly when dried at higher rates. The effect of drying on crook intensity changed according to the species, although similar and smaller means were found when the lumber was dried at higher rates. With exception of Eucalyptus grandis, when dried at higher rates, the drying did not change the top crack intensity when compared to wet lumber. Smaller cup intensity was reached when the lumber was dried at low rates, except for Eucalyptus grandis. The opposite was found for twist intensity, which showed smaller intensity for the lumber dried at higher rates, except for the hybrid Eucalyptus grandis X Eucalyptus urophylla. A considerable fraction of flaws occurs on moist lumber and is related to the growing tensions and can be reversed during the drying procedure, even at higher rates.
Keywords: Eucalypts, drying rate, warping, end splitting, moisture condition.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.