Scientia Forestalis, volume 45, n. 113
março de 2017
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v45n113.04

Acurácia preditiva de testes clonais de Eucalyptus spp. utilizando efeitos aditivos do parentesco e validação cruzada

Predictive accuracy of Eucalyptus spp. clonal trials using additive kinship effects and cross validation

Rafael Tassinari Resende1
Marcos Deon Vilela de Resende2
Fabyano Fonseca e Silva3
Elizabete Keiko Takahashi4

1Pesquisador Doutor em Genética e Melhoramento. UFV - Universidade Federal de Viçosa. Av. Peter Henry Rolfs, s/n - Campus Universitário - 36570-900 - Viçosa, MG, Brasil. E-mail: rafael.tassinari@gmail.com
2Pesquisador Doutor. EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Centro Nacional de Pesquisa de Florestas. Estrada da Ribeira, Km 111 - 83411000 - Colombo, PR, Brasil. marcos.deon@gmail.com
3Professor Associado do Departamento de Zootecnia. UFV - Universidade Federal de Viçosa. Av. Peter Henry Rolfs, s/n - Campus Universitário - 36570-900 - Viçosa, MG, Brasil. E-mail: fabyanobr@gmail.com
4Pesquisadora Doutora. Celulose Nipo Brasileira S.A. Rodovia de Ligação BR 381 a Belo Oriente Km 3 - Caixa-postal: 100 - 35195-000 - Belo Oriente, MG, Caixa-postal: 100. E-mail: elizabete.takahashi@cenibra.com.br

Recebido em 27/02/2017 - Aceito para publicação em 01/07/2016

Resumo

O uso de extensos plantios clonais é uma prática consenso nas empresas florestais. No entanto, os modelos estatísticos e o tamanho das parcelas utilizadas na seleção dos clones superiores ainda é uma questão entre os melhoristas florestais. Com base em 11 experimentos contendo parcelas semelhantes aos plantios comerciais e 63 clones, este trabalho objetivou avaliar o uso de informação de pedigree, heterogeneidade genética entre ambientes e a possibilidade de redução de parcelas, a fim de otimizar a predição do incremento médio anual (IMA) realizando validação cruzada entre ambientes. Os ambientes proporcionaram altas herdabilidades no sentido-restrito (entre 0,65 a 0,95) e forte alteração dos rankings entre experimentos. A inclusão de parentesco e variâncias genéticas particulares para cada ambiente ao modelo é um procedimento eficiente na melhoria das acurácias realizadas. Além disso, 4 a 16 plantas avaliadas por parcela é uma quantidade confiável para predizer a produtividade dos talhões florestais.
Palavras-chave: Modelos mistos; Pedigree; Parcelas Quadradas; Estruturas de Covariância; Validação Cruzada; Redução de Parcela.

Abstract

Large clonal planting is a practice already established by the timber companies. However, statistical models, the plot size used in selection of superior clones is still a topic of discussion between forest breeders. Based on 11 trials containing plots similar to commercial plantations and 63 clones, this study aimed to evaluate the use of pedigree information, genetic heterogeneity between environments and the possibility of plot reduction in order to optimize the predictive accuracies of the mean annual increment (MAI) performing cross-validation between environments. All trials showed high narrow-sense heritabilities (from 0.65 to 0.95) and a strong change of clonal rankings was verified. It was observed that the inclusion of pedigree information and particular genetic variances for each trial on model is an effective procedure to increase the predictive accuracies. Moreover, between 4-16 trees evaluated per plot is a reliable size for the prediction of forest stands.
Keywords: MET mixed-models; Pedigree; Big plots; Covariance Structures; Cross-validation; Plot Reduction.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.