Scientia Forestalis, volume 40, n. 95
p.337-344, setembro de 2012

Efeito do ambiente de luz no crescimento de plantas jovens de mogno (Swietenia macrophylla King)

Effect of light environment on growth of young plants of mahogany (Swietenia macrophylla King)

José Francisco de Carvalho Gonçalves1
Carlos Eduardo Moura da Silva2
Gilberto Costa Justino3
Adamir da Rocha Nina Junior4

1Engenheiro agrônomo. Doutor em Fisiologia Vegetal. INPA - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Caixa Postal 478, CEP 69011-970, Manaus, AM. E-mail: jfc@inpa.gov.br
2Engenheiro florestal. Doutor em Ciências de Florestas Tropicais. INPA - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Caixa Postal 478, CEP 69011-970, Manaus, AM. E-mail: cems@inpa.gov.br
3Biólogo. Doutor em Biologia Vegetal. INPA - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Caixa Postal 478, CEP 69011-970, Manaus, AM. E-mail: gilcostjust@gmail.com
4Engenheiro florestal. Mestre em Ciências de Florestas Tropicais. INCT - Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Serviços Ambientais da Amazônia E-mail: adamirjr@gmail.com

Recebido em 24/06/2011 - Aceito para publicação em 26/04/2012

Resumo

Na sucessão florestal, espécies arbóreas intermediárias ou climáticas, normalmente, exibem crescimento lento. O objetivo deste trabalho foi investigar o acúmulo de biomassa e características fotossintéticas de plantas jovens de S. macrophylla submetidas a dois ambientes de luz (1- pleno sol e 2- sombreamento natural). Nós investigamos o crescimento, o ganho de biomassa, teores de clorofilas e as trocas gasosas foliares. No tratamento a pleno sol, o aumento no desempenho fotossintético foi refletido no acúmulo de biomassa das plantas, principalmente, devido ao maior crescimento do sistema radicular e do diâmetro do caule. Esse resultado aconteceu devido ao melhor aproveitamento da radiação fotossinteticamente ativa, verificado pelo aumento do transporte de elétrons e do rendimento quântico nas plantas de S. macrophylla crescidas a pleno sol. Este efeito favoreceu a carboxilação que foi, adicionalmente, induzida pelo aumento nas trocas gasosas foliares. Por outro lado, a aclimatação nas plantas de sombra foi demonstrada pelo aumento da razão de área foliar e da área foliar específica. Nós concluímos que plantas de S. macrophylla apresentaram plasticidade fisiológica sob altas ou baixas irradiâncias. Mas, sobretudo, quando expostas à alta irradiância, otimizam o ganho em carbono.
Palavras-chave: Biomassa, Trocas gasosas, Pigmentos cloroplastídicos.

Abstract

In the forest succession intermediate and climax tree species usually exhibit slow growth. The aim of this study was to investigate the biomass accumulation and photosynthetic traits in young S. macrophylla plants subjected to two light environments (1-open field and 2- natural shade). We investigated growth, biomass gain, chlorophyll contents and leaf gas exchange. In open field treatment, the increase photosynthetic performance reflected on the biomass accumulation of the plants, mainly due to the higher growth of the root system and stem diameter. This result happened due to the best use of photosynthetically active radiation, verified by increases in electron transport rate and quantum yield in plants grown in sunlight. This effect favors the carboxylation that was additionally induced by increased leaf gas exchange. On the other hand, the acclimation in the shade exposed seedlings was demonstrated by an increase in leaf area ratio and specific leaf area. We conclude that S. macrophylla seedlings showed physiological plasticity under high or low irradiance. But, above all, when exposed to high irradiance carbon, gain is optimized.
Keywords: Biomass, Gas exchange, Chlorophyll pigments.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.