Scientia Forestalis, volume 41, n. 99
p.331-341, setembro de 2013

Potencial de três plantações florestais homogêneas como facilitadoras da regeneração natural de espécies arbutivo-arbóreas

Potential of three homogeneous forest plantations as facilitators of natural regereneration of tree and shrub species

Rafael Marian Callegaro1
Camila Andrzejewski2
Solon Jonas Longhi3
Maristela Machado Araujo3
Gemma Codina Serra4

1Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal. UFSM - Universidade Federal de Santa Maria. Av. Roraima, nº 1000, prédio 44, CEP: 97105-900, Santa Maria, RS. E-mail: mariancallegaro@yahoo.com.br.
2Aluna do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal. UFSM - Universidade Federal de Santa Maria. Av. Roraima, nº 1000, prédio 44, sala 5243, CEP: 97105-900, Santa Maria - RS. E-mail: camila_andrzejewski@hotmail.com.
3Professor(a) Doutor. UFSM – Universidade Federal de Santa Maria - Departamento de Ciências Florestais, Av. Roraima, nº 1000, prédio 44, sala 5243, CEP: 97105-900, Santa Maria - RS. E-mail: longhi.solon@gmail.com, araujo.maristela@gmail.com.
4Engenheira Técnica Florestal. Escola Tècnica Superior d’Enginyeria Agrária, Universitat de Lleida. Avinguda Alcalde Rovira Roure, 191, CEP: 25198 Lleida, Espanya. E-mail: gcodinse@gmail.com.

Recebido em 31/10/2012 - Aceito para publicação em 03/06/2013

Resumo

Plantações florestais estabelecidas em região de transição entre campo e floresta podem catalisar a regeneração natural de outras espécies ao criarem microsítios mais favoráveis à germinação de sementes e ao desenvolvimento das plântulas. Este estudo teve como objetivo avaliar o potencial de três plantações florestais homogêneas como facilitadoras da regeneração natural de espécies arbustivo-arbóreas. Foram inventariadas as plantações de Peltophorum dubium (Spreng.) Taub. (canafístula), Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos (ipê-roxo) e Hovenia dulcis Thunb. (uva-do-japão), com 24 parcelas instaladas aleatoriamente em cada plantação, onde foram medidos os indivíduos com altura ≥ 1m. A maior densidade de espécies (5,2 sp 100 m-2) e a maior densidade de indivíduos (10,4 ind 100 m-2) foram observadas na plantação de ipê-roxo, onde as espécies pioneiras Varronia curassavica (RNR= 20,11 %) e Baccharis sp. (16,98 %) foram mais representativas. Na plantação de canafístula, onde a espécie Piper amalago apresentou o maior valor de RNR (18,38 %) constatou-se a maior média (3,3 m) e amplitude de variação de altura (1,0 ≤ altura < 16,0 m). Na plantação de uva-do-japão, a própria espécie foi a mais representativa do sub-bosque (RNR= 34,15 %). Esta plantação também apresentou menor amplitude de variação de diâmetro (0,3 ≤ DAP < 11,8 cm) do que as outras plantações (0,3 ≤ DAP < 23,3 cm). Esses resultados indicam que as espécies nativas canafístula e ipê-roxo têm potencial de serem utilizadas como facilitadoras da regeneração natural de outras espécies nativas, influenciando em diferentes aspectos da composição e da estrutura do sub-bosque. A espécie uva-do-japão foi mais favorável a regeneração da própria espécie e tem elevado potencial de invadir ambientes naturais, mostrando-se inadequada a possíveis plantações para recuperação florestal.
Palavras-chave: regeneração natural, plantios homogêneos, espécies facilitadoras.

Abstract

Forest plantations established in the transition region between field and forest can catalyze the natural regeneration of other species to create more favorable microsites for seed germination and seedling development. This study aimed at evaluating the potential of three homogeneous forest plantations as facilitators of natural regeneration of trees and shrubs species. Plantations of Peltophorum dubium (Spreng.) Taub. (canafístula); Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos (ipê-roxo); and Hovenia dulcis Thunb. (uva-do-japão) were inventoried in 24 plots randomly installed in each plantation. Individuals with height ≥ 1m were measured. The highest species density (5.2 sp 100 m-2) and the highest individuals density (10.4 ind 100 m-2) were observed in plantation of “ipê-roxo”, where the pioneer species Varronia curassavica (RNR = 20, 11%) and Baccharis sp. (16.98%) were the most representative. The highest average (3.3 m) and ampleness of height (1.0 ≤ height <16.0 m) were verified in plantation of “canafístula”, where the species Piper amalago L. showed the highest value of RNR (18.38%). The species itself was the most representative of its understory (RNR= 34.15%) in the plantation of “uva-do-japão”. This plantation showed the smallest amplitude in diameter (0.3 ≤ DBH < 11.8 cm). These results indicate that the native species “canafístula” and “ipê-roxo” have potential to be used as facilitators of natural regeneration of other native species, influencing in the composition and structure of the understory. The “uva-do-japão” species was more favorable to the regeneration of the species itself and has a high potential to invade natural habitats, being inadequate to possible plantations for forest restoration.
Keywords: natural regeneration, homogeneous plantations, facilitator species.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.