Scientia Forestalis, volume 44, n. 110
p.323-329, junho de 2016
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v44n110.05

Determinação do melhor método de utilização de um aparelho resistivo medidor de umidade para a madeira de Tectona grandis

Determination of the best method of use of an electric moisture meter for teakwood

Djeison Cesar Batista1
Adriano Ribeiro de Mendonça1
Adair José Regazzi2
Ricardo Jorge Klitzke3
Rená Porto Pizetta4
Vinicius Munaldi Lube5

1Professor Adjunto do Departamento de Ciências Florestais e da Madeira. UFES - Universidade Federal do Espírito Santo / Centro de Ciências Agrárias e Engenharias. Avenida Governador Carlos Lindenberg, 316 – Centro - 29550000 - Jerônimo Monteiro, ES, Brasil. E-mail: djeison.batista@ufes.br; adriano.mendonca@ufes.br.
2Professor Visitante do Departamento de Engenharia Florestal e da Madeira. UFES - Universidade Federal do Espírito Santo / Centro de Ciências Agrárias e Engenharias. Avenida Governador Carlos Lindenberg, 316 – Centro - 29550000 - Jerônimo Monteiro, ES, Brasil. E-mail: adairreg@ufv.br.
33Professor Associado do Departamento de Engenharia e Tecnologia Florestal. UFPR – Universidade Federal do Paraná / Centro de Ciências Agrárias. Avenida Professor Lothário Meissner, 632 - Jardim Botânico – 80210-170 – Curitiba, PR, Brasil. E-mail: rjkklitzke@gmail.com.
4Engenheira Florestal, Especialista em Engenharia Ambiental. E-mail: renahpizetta@hotmail.com.
5Engenheiro Industrial Madeireiro, Mestrando do Departament of Wood Science. UBC - University of British Columbia/Forest Sciences Centre, 4606 - 2424 Main Mall, V6T 1Z4, British Columbia, Vancouver, Canadá. E-mail: lube@mail.ubc.ca.

Recebido em 18/11/2014 - Aceito para publicação em 04/11/2015

Resumo

Os medidores elétricos de umidade são amplamente utilizados na indústria madeireira, dada a facilidade de operação, resposta imediata, além de ser um equipamento não destrutivo. O objetivo deste trabalho foi analisar os aspectos operacionais de um aparelho resistivo medidor de umidade, buscando-se determinar o melhor método de utilização para a madeira de teca. Foram delineados 12 tratamentos, derivados dos seguintes fatores analisados: medição da diferença de potencial em relação às fibras (paralela e perpendicular), comprimento dos eletrodos (1/4 e 1/2 da espessura da peça) e escala do aparelho (1, 2 e 3); além do tratamento controle, correspondente ao método gravimétrico. Para a escolha do melhor método de utilização do aparelho aplicou-se uma metodologia específica com a utilização das estatísticas viés (V), média das diferenças absolutas (MD) e erro quadrático médio (EQM); além do teste t de Student para correlação linear (r) e diferenciação de médias (conjuntos de dados pareados) entre a umidade do método gravimétrico e as estimativas de umidade dos demais tratamentos (aparelho elétrico). O melhor método de utilização do medidor elétrico resistivo de umidade consistiu no uso da escala 2, eletrodos de 1/4 da espessura da peça, com a diferença de potencial medida perpendicularmente às fibras (tratamento 3). Este tratamento foi o que permitiu a obtenção de média de umidade mais exata em relação ao método gravimétrico (controle).
Palavras-chave: teca, determinação da umidade, relações água-madeira.

Abstract

Electric moisture meters are widely used in the wood industry because of their easy operation and quick measuring time, besides being non-destructive devices. The aim of this work was to analyze the operational aspects of a resistive moisture meter, in order to achieve the best method of use for teakwood. Twelve treatments were designed, derived from the following analyzed factors: potential difference orientation regarding grain direction (parallel or perpendicular), electrodes length (1/4 and 1/2 of lumber thickness) and meter scale (1, 2 or 3); besides the control treatment (gravimetric method). Some statistics were used to achieve the best method of meter utilization, namely bias, mean absolute difference and mean squared error; and Student’s t test for linear correlation (r) and averages differentiation between control and meter treatments. The best method of meter use was scale 2, potential difference measured perpendicular to the grain and fixed at ¼ of lumber thickness (treatment 3). This treatment was the one that obtained the most exact moisture average when compared to the moisture content determined in the gravimetric method (control).
Keywords: Tectona grandis, determination of moisture content, wood-water relations.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.