Scientia Forestalis, volume 44, n. 111
p.587-593, setembro de 2016
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v44n111.05

Emprego de técnica de colorimetria e ferramentas de sensoriamento remoto para avaliar o tratamento por CCB de mourões de madeira

Colorimetric technique and remote sensing tools used to evaluate the CCB treatment in wooden posts

Evandro Teleginski1
Gilmara de Oliveira Machado2
André Luis Luis Christoforo3
Diogo Aparecido Lopes Silva4
Pedro Gutemberg de Alcântara Segundinho5
Francisco Antonio Rocco Lahr6

1Engenheiro Florestal. UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro-Oeste. PR 153 Km 7 – Riozinho - 84500000 - Irati, PR, Brasil. E-mail: evteleginski@yahoo.com.br.
2Professora Associada do Departamento de Engenharia Florestal. UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro-Oeste. PR 153 Km 7 – Riozinho - 84500000 - Irati, PR, Brasil. E-mail: gilmaramachado@yahoo.com.br.
3Professor Adjunto do Departamento de Engenharia Civil. UFSCar - Universidade Federal de São Carlos. Rodovia Washington Luís, km 235 - SP-310 -36307352 - São Carlos, SP, Brasil. E-mail: christoforoal@yahoo.com.br.
4Professor Efetivo do Departamento de Engenharia de Produção. UFSCar - Universidade Federal de São Carlos - Campus Sorocaba. Rodovia João Leme dos Santos, km 110 SP-264 - Parque do Itinga - 18052780 - Sorocaba, SP, Brasil. E-mail: diogo.apls@hotmail.com.
5Professor Doutor do Departamento de Ciências Florestais e da Madeira. UFES - Universidade Federal do Espírito Santo / Centro de Ciências Agrárias. Av. Gov. Lindemberg, 316 - 29550000 - Jerônimo Monteiro, ES, Brasil. E-mail: p_gutemberg2001@yahoo.com.br.
6Professor Titular do Departamento de Engenharia de Estruturas. USP - Universidade de São Paulo / EESC - Escola de Engenharia de São Carlos. Av. Trabalhador Sãocarlense, 400 - 13566590 - São Carlos, SP, Brasil. E-mail: frocco@sc.sup.br.

Recebido em 23/05/2015 - Aceito para publicação em 15/01/2016

Resumo

A madeira, por ser fonte de alimento de vários organismos xilófagos (fungos, cupins e brocas), necessita de tratamento preservativo para o prolongamento da sua vida útil, usualmente tratada com o preservante CCB (borato de cobre cromatado). Os métodos para avaliação da retenção e distribuição dos ingredientes ativos preservativos no lenho podem ser por digestão das amostras de madeira tratada e posterior quantificação por espectrofotômetro de absorção atômica, ou métodos mais simples, utilizando reagentes colorimétricos, em que a solução ao encontrar cobre ou boro altera a coloração, permitindo a diferenciação das áreas tratadas das não tratadas. Com o auxílio do método de substituição de seiva, esta pesquisa teve como objetivo principal utilizar a Técnica de Colorimetria juntamente com ferramentas alternativas de sensoriamento remoto para avaliar o tratamento por CCB em mourões para cercas de madeira de Eucalyptus dunnii Maiden e Pinus taeda L. Foi realizada a Colorimetria para detecção da presença de boro no sentido radial, e em seguida os pixels foram quantificados com software de sensoriamento remoto, sendo constatada uma impregnação média de 80,76% ± 1,31 para o eucalipto e de 83,48% ± 2,70 para o pinus. O fator preponderante na absorção da solução CCB consistiu possivelmente na predominância de lenho juvenil em ambas as espécies de madeira. O tratamento atingiu o requisito mínimo de 5 kg de ingredientes ativos por metro cúbico de madeira estipulado pela norma brasileira ABNT NBR 6232, evidenciando que os mourões tratados são aptos de serem utilizados diretamente no solo.
Palavras-chave: Madeira tratada, colorimetria, substituição de seiva, biodeterioração.

Abstract

Wood, being a food source for various xylophagous organisms (fungi, termites and borers), requires preservative treatment for prolonging its useful life, usually treated with the CCB (chromated copper borate) preservative. The methods for evaluation of retention and distribution of active ingredients in the wood preservatives may be by digestion of wood samples treated and subsequent quantification by atomic absorption spectrophotometer, or simpler methods, using colorimetric reagents, where the chemical solution to identify copper or boron has changed its color, allowing differentiation of the treated areas versus the untreated. With the aid of sap replacement method, this research aimed to use the Colorimetric technique along with alternative remote sensing tools to evaluate the CCB treatment in Eucalyptus dunnii Maiden and Pinus taeda L. Colorimetry was performed to detect the presence of boron in the radial direction, and then the pixels were quantified with remote sensing software, and found an average impregnation of 80.76% ± 1.31 for eucalyptus and 83.48% ± 2.70 for pine. The major factor in the CCB absorption solution was possibly by the prevalence of juvenile wood in both species. The treatment reached the minimum requirement of 5 kg per cubic meter of active ingredient of wood stipulated by the Brazilian standard NBR 6232, showing that the treated poles can be used directly in the ground.
Keywords: Treated wood, colorimetry, sap replacement, bio-deterioration.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.