Scientia Forestalis, volume 42, n. 103
p.361-370, setembro de 2014

Estoques de biomassa e carbono em povoamentos de acácia negra em diferentes idades no Rio Grande do Sul

Biomass and carbon stocks in black wattle stands of various ages in Rio Grande do Sul

Carlos Roberto Sanquetta1
Alexandre Behling2
Ana Paula Dalla Corte1
Augusto Simon3
Heloisa Pscheidt4
Marieli Sabrina Ruza4
Silas Mochiutti5

1Engenheiro Florestal, Professor(a) Doutor(a) do Departamento de Ciências Florestais. UFPR - Universidade Federal do Paraná, Departamento de Ciências Florestais. Av. Pref. Lothário Meissner, 900 - Jardim Botânico - Campus III 80210-170 - Curitiba – Paraná. E-mail: carlos_sanquetta@hotmail.com; anapaulacorte@gmail.com.
2Engenheiro. Florestal, Doutorando em Engenharia Florestal. UFPR - Universidade Federal do Paraná, Departamento de Ciências Florestais. Av. Pref. Lothário Meissner, 900 - Jardim Botânico - Campus III 80210-170 - Curitiba – Paraná. E-mail: alexandre.behling@yahoo.com.br.
3Engenheiro Florestal, Gerente de Silvicultura. Tanagro S.A. Rua Torbjorn Weibull, 199 - 95780-000 - Montenegro – Rio Grande do Sul. E-mail: aasimon@tanac.com.br
4Discente de Engenharia Florestal. UFPR - Universidade Federal do Paraná, Departamento de Ciências Florestais. Av. Pref. Lothário Meissner, 900 - Jardim Botânico - Campus III 80210-170 - Curitiba - Paraná E-mail: heloisaa_p@yahoo.com.br; marielisabrina93@gmail.com
5Engenheiro Agrônomo, Pesquisador Doutor. EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Centro de Pesquisa Agroflorestal do Amapá. Rod. Juscelino Kubitschek, km 05, Zerão 68902-280 – Macapá – Amapá. E-mail: silas.mochiutti@embrapa.br

Recebido em 22/08/2013 - Aceito para publicação em 29/04/2014

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo avaliar os teores e os estoques de biomassa e de carbono na cultura de Acacia mearnsii De Wild com idades variando de 1 a 7 anos, em dois locais de cultivo. Os estoques de biomassa e carbono foram avaliados em diferentes compartimentos da árvore. Foi identificado que os teores de carbono diferem entre os compartimentos da biomassa, sendo maiores na folhagem e menores na madeira. O teor médio de carbono variou de 45,01% a 46,50% ao longo das idades dos povoamentos. A variação do estoque total de biomassa foi de 3,39 t ha-1, 52,81 t ha-1, 99,71 t ha-1 e 135,63 t ha-1, respectivamente, no primeiro, terceiro, quinto e sétimo ano após o plantio. O estoque total de carbono variou foi de 1,53 t ha-1, 23,77 t ha-1, 45,08 t ha-1 e 60,14 t ha-1, primeiro, terceiro, quinto e sétimo ano após o plantio, respectivamente. A proporção de biomassa entre os compartimentos variou ao longo dos anos - enquanto que folhas, flores e frutos diminuíram a proporção com o avanço da idade dos povoamentos, madeira e casca tenderam a aumentar. Na idade de rotação (aos sete anos) a madeira e a casca representam aproximadamente 80% da biomassa. Os incrementos médios anuais totais de biomassa e carbono, na idade de rotação (7 anos), foram de 19,37 e 8,59 t ha-1, respectivamente.
Palavras-chave: Acacia mearnsii, crescimento, modelagem, rotação, sequestro de carbono.

Abstract

This study’s objective was to evaluate the carbon content and the stocks of biomass and carbon in the black wattle (Acacia mearnsii De Wild.) aged 1-7 years from two cultivation sites. A study was conducted in stands of the species, ageing from 1-7 years on two growing sites. The carbon contents differ among the compartments of biomass, being higher in the leaves and lower in the wood. The average carbon content ranged from 45.01% to 46.50% over the age of stands. Biomass stocks and carbon increased with stand age, being 3.39 t ha-1 in the first year of, 52.81 t ha-1 in the third, 99.71 t ha-1 and the fifth, 135,63 t ha-1 in the seventh year after planting. Carbon stocks were 1.53 t ha-1 in the first year, 23.77 t ha-1 in the third, 45.08 t ha-1 in the fifth and 60.14 t ha-11 in the seventh year after planting. The proportion of biomass among compartments varied over the years, while leaves, flowers and fruits decreased with increasing stand age, wood and bark tended to increase. At the age of rotation (seven years) the wood and bark accounts for approximately 80% of the stand biomass. The mean annual increment in biomass and carbon at the rotation age (7 years) are 19.37 and 8.59 t ha-1, respectively.
Keywords: Acacia mearnsii, growth, modeling, rotation, carbon sink.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.