Scientia Forestalis, volume 43, n. 108
p.833-843, dezembro de 2015
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v43n108.8

Potencial energético de sete materiais genéticos de Eucalyptus cultivados no Estado do Rio de Janeiro

Energetic potential of seven Eucalyptus genetic materials planted in Rio de Janeiro State

Ananias Francisco Dias Júnior1
Azarias Machado de Andrade2
Vítor Werneck Soares3
Djailson Silva Costa Júnior4
Dereck Halley Anthony Alves Ferreira5
Paulo Sérgio dos Santos Leles2

1 Doutorando em Recursos Florestais. USP - Universidade de São Paulo / ESALQ - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”. Av. Pádua Dias, 11 - 13418-900 - Piracicaba, SP - E-mail: ananiasjr@usp.br
2Professor Associado do Instituto Florestal. UFRRJ – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – Campus da UFRRJ - BR 465, Km 7 – 23890-000 – Seropédica, RJ – E-mail: azarias@ufrrj.br; pleles@ufrrj.br
3Graduação em Engenharia Florestal. UFRRJ - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – Instituto Florestal. Campus da UFRRJ - BR 465, Km 7 – 23890-000 – Seropédica, RJ – E-mail: werneck.florestal@gmail.com
4Professor Substituto. UFERSA – Universidade Federal Rural do Semi-Árido – ESAM – Escola Superior de Agricultura de Mossoró. Presidente Costa e Silva – 59625-900 – Mossoró, RN. E-mail: djailson_junior@hotmail.com
5Mestrando em Ciências Ambientais e Florestais. UFRRJ – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – Instituto Florestal. Campus da UFRRJ - BR 465, Km 7 – 23890-000 – Seropédica, RJ. E-mail: dhaferreira@gmail.com

Recebido em 26/08/2014 - Aceito para publicação em 21/05/2015

Resumo

O trabalho teve como objetivo avaliar o potencial energético da madeira e do carvão vegetal derivados de sete materiais genéticos de Eucalyptus sp aos sete anos de idade. Foram avaliados a densidade básica, o poder calorífico da madeira e os rendimentos em carvão vegetal, em líquido pirolenhoso, gases não condensáveis e em carbono fixo, massa específica aparente, teores de carbono fixo, materiais voláteis e cinza e poder calorífico do carvão vegetal. Para as avaliações físico-químicas e térmicas da madeira utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado com sete tratamentos e seis repetições. Realizou-se ainda a análise multivariada de componentes principais. Os resultados obtidos demonstraram o potencial de uso dos materiais genéticos de Eucalyptus sp para uso energético e produção de carvão vegetal. Porém, os resultados obtidos para o Clone Branco não o indicaram como espécie apta para uso energético.
Palavras-chave: Energia de biomassa, carvão vegetal, clones de Eucalyptus sp.

Abstract

This research aimed to evaluate the energy potential of wood and charcoal derived from seven genetic materials of Eucalyptus sp. at seven years of age. Were evaluated the basic density, the calorific value of the wood and the yields of charcoal in pyroligneous liquid, non-condensable gases and fixed carbon, bulk density, fixed carbon, volatiles and ash and calorific value of charcoal. To evaluate the physical, chemical and thermal properties of wood a completely randomized design with seven treatments and six replications was used. The multivariate principal component analysis was done. The results demonstrated the potential use of genetic materials of Eucalyptus sp. for energy use and charcoal production. However, the results obtained for the “Clone White” did not indicate it as being a good species for energy use.
Keywords: Biomass energy, charcoal, clones of Eucalyptus sp.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.