Scientia Forestalis, volume 44, n. 110
p.351-359, junho de 2016
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v44n110.08

Avaliação do potencial de uso de seis espécies do gênero Eucalyptus na produção de painéis de lâminas paralelas - LVL

Evaluation of potential for using six species of the genus Eucalyptus in the production of laminated veneer lumber - LVL

Setsuo Iwakiri1
Rosilani Trianoski2
José Guilherme Prata2
Bruna Veridiana Muller3
Douglas Edson Carvalho4
José Almeida Freitas Júnior3
Thiago Souza Rosa3

1Professor Titular do Departamento de Engenharia e Tecnologia Florestal. UFPR – Universidade Federal da Paraná / Setor Ciências Agrárias. Av. Lothário Meissner, 3400 – Jardim Botânico – 80210 – 170 – Curitiba, PR, Brasil. E-mail: setsuo@ufpr.br.
2Professor Associado do Departamento de Engenharia e Tecnologia Florestal. UFPR - Universidade Federal do Paraná / Setor de Ciências Agrárias. Av. Lothário Meissner, 3400 - Jardim Botânico - 80210170 - Curitiba, PR, Brasil. E-mail: rosilani@ufpr.br; jgprata@ufpr.br.
3Doutorando(a) em Engenharia Florestal. UFPR - Universidade Federal do Paraná / Setor de Ciências Agrárias. Av. Lothário Meissner, 3400 - Jardim Botânico - 80210170 - Curitiba, PR, Brasil. E-mail: bruna_florestal@yahoo.com.br; thiagosouzadarosa@florestal.eng.br.
4Mestrando em Engenharia Florestal. UFPR - Universidade Federal do Paraná / Setor de Ciências Agrárias. Av. Lothário Meissner, 3400 - Jardim Botânico - 80210170 - Curitiba, PR, Brasil. E-mail: douglasecar@hotmail.com; freitasjose@terra.com.br.

Recebido em 04/12/2014 - Aceito para publicação em 05/11/2015

Resumo

Estudos sobre espécies alternativas de rápido crescimento provenientes de florestas plantadas para produção de painéis laminados de madeira é de grande importância no atendimento às demandas para aplicações estruturais da madeira. Este trabalho teve como objetivo avaliar o potencial de uso de seis espécies de Eucalyptus na produção de painéis de lâminas paralelas - LVL. As lâminas foram obtidas num torno piloto com espessura de 2,0 mm. Os painéis foram produzidos com cinco lâminas utilizando a resina fenol-formaldeído em duas diferentes formulações, com gramatura de 320 g/m² (linha dupla). Foram avaliadas as propriedades de resistência da linha de cola e flexão estática paralela e perpendicular. Os resultados indicaram que o aumento no teor de sólidos da batida de cola não melhorou de forma significativa as propriedades mecânicas dos painéis LVL. O E. viminalis foi a espécie que apresentou propriedades mecânicas superiores e o E. deanei propriedades inferiores, quando comparados com os demais tratamentos. Com exceção do E. deanei, todas as demais espécies estudadas apresentam potencial para produção de painéis LVL.
Palavras-chave: Eucalipto; colagem de lâminas; resina fenol-formaldeído.

Abstract

Studies on alternative fast growing species from forest plantations for production of laminated wood panels are of great importance in meeting the demands for structural applications of timber. This work aimed to evaluate the potential use of six species of Eucalyptus in the production of laminated veneer lumber - LVL. The veneers were obtained in a pilot lathe with a thickness of about 2.0 mm. The panels were produced with five veneers using the phenol-formaldehyde resin in two different formulations, with a weight of 320 g / m² (double line). The mechanical properties of the glue line shear strength, parallel and perpendicular static bending tests were evaluated. The results indicated that the increase in glue solids content did not influence significantly the mechanical properties of LVL. E. viminalis was the species with the best performance in static bending tests and E. deanei showed the worst performance among the species studied. With the exception of E. deanei, all other species studied showed potential for the production of LVL panels.
Keywords: Eucalipto; veneer gluing; phenol-formaldehyde resin.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.