Scientia Forestalis, volume 46, n. 117
p.87-96, março de 2018
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v46n117.08

Uso de interpoladores espaciais na estratificação estatística de Pinus taeda

Use of spatial interpolators for statistic stratification of Pinus taeda

Diego Fernando Zech1
Julio Cesar Refosco2
Lia Toiosima Yoshizumi3
Rafael Olivares de Salles Abreu4

1Mestre em Engenharia Florestal. FURB - Universidade Regional de Blumenau. Rua José Dalmolinni, 60 – 89030-000 - Guaramirim, SC, Brasil. E-mail: diegozech@gmail.com.
2Professor do Programa de Pós Graduação em Engenharia Florestal. FURB - Universidade Regional de Blumenau. Rua São Paulo, 3250 - 89030-000 - Blumenau, SC, Brasil. E-mail: refusco@fur.br.
3 Engenharia Florestal. UFPR - Universidade Federal do Paraná. Av. Prefeito Lothario Meissner - Jardim Botânico – 80210-170 - Curitiba, PR, Brasil. E-mail: liaty@klabin.com.br.
4Graduando em Engenharia Florestal. UFLA – Universidade Federal de Lavras. Campus Universitário - Caixa-postal: 3037- 37200-000 - Lavras, MG, Brasil. E-mail: roabreu@klabin.com.br.

Recebido em 11/02/2017 - Aceito em 21/08/2017

Resumo

Este estudo buscou verificar a eficiência dos interpoladores espaciais ponderação do inverso da fistância e krigagem ordinária sobre três variáveis dendrométricas: volume, área basal e altura dominante, na estratificação de um povoamento de Pinus taeda L. com idade de 19 anos. Os resultados foram comparados aos gerados por amostragem casual simples e amostragem casual estratificada. Para a krigagem, a interpolação da área basal foi a mais eficiente, reduzindo 73,42% da variância do volume e 28,59% do erro de amostragem do inventário. Para a ponderação pelo inverso da distância, a interpolação mais eficiente foi sobre o volume, a qual reduziu 79,21% da variância e 54,23% do erro de amostragem do inventário. Conclui-se que volume, área basal e altura dominante, apresentaram moderada dependência espacial. Além disso, ambos os interpoladores analisados se mostraram eficientes na estratificação florestal de povoamentos de Pinus taeda.
Palavras-chave: krigagem; geoestatística; inventário florestal.

Abstract

This study aimed to verify the efficiency of two spatial interpolators: Inverse distance weight and ordinary kriging, over three dendrometric variables: volume, basal area and dominant height in the stratification of a Pinus taeda L. plot at age 19 years. Results were compared to those resulted from simple casual sampling and stratified casual sampling. For kriging, the most efficient interpolation was obtained using basal area, which reduced 73.42% of the volume variance and 28,59% of sampling error. For Inverse distance weight, the most efficient interpolation was obtained using volume, which reduced 79.21% of variance and reduced 54.23% of sampling error. The conclusion is that the use of interpolation for Pinus taeda is efficient for the stratification. Moreover both used interpolators were efficient in the forest stratification of Pinus taeda populations.
Keywords: Kriging; geostatistic; forest inventory.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.