Scientia Forestalis, volume 44, n. 112
dezembro de 2016
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v44n112.09

Relação da produção de serapilheira com incremento em diâmetro de uma floresta madura na Amazônia Central

Relationship of litter fall with diameter increment in an old growth forest in central Amazon region

Lucas Kosvoski de Ourique1
Rosiane Oliveira Silva1
Cacilda Adélia Sampaio de Souza2
Hideyuki Noguchi3
Joaquim dos Santos4
Niro Higuchi4

1Mestre em Ciências de Florestas Tropicais. INPA - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Caixa Postal 2223 – 69080-971 - Manaus, AM, Brasil. E-mail: lucaskourique@gmail.com; rosianne.silvaa@gmail.com.
2Doutoranda em Ciências de Florestas Tropicais. INPA - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Caixa Postal 2223 – 69080-971 - Manaus, AM, Brasil. E-mail: adelia_sampaio@yahoo.com.br.
3Pós Doutorando. FFPRI- Forestry and Forest Products Research Institute. Tsukuba, - 305-8687 – Ibaraki, Japão. E-mail: hnoguchi@eva.hi-ho.ne.jp.
4Pesquisador Doutor. INPA - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Caixa Postal 2223 – 69080-971 - Manaus, AM, Brasil. E-mail: joca@inpa.gov.br; niro@inpa.gov.br.

Recebido em 19/07/2015 - Aceito para publicação em 27/04/2016

Resumo

Nas últimas décadas, eventos meteorológicos extremos têm atingido com mais frequência a região amazônica. As grandes cheias seguidas de secas prolongadas podem afetar a dinâmica do carbono da floresta, que está intimamente ligada às condições de umidade do ambiente que a circunda. Acima do solo, a serapilheira e o incremento das árvores são os componentes principais da produção florestal. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi quantificar a produção de serapilheira e o incremento de árvores, investigando a estreiteza de suas relações com a sazonalidade das chuvas na Amazônia central. O estudo foi desenvolvido na Estação Experimental de Silvicultura Tropical, ZF2, Manaus, Brasil, em dois transectos com dimensões de (20 x 2.500 m). As coletas de serapilheira foram realizadas com auxílio de 120 coletores e o incremento das árvores foi obtido por meio de bandas dendrométricas instaladas em 250 árvores. A precipitação foi obtida por meio de equipamentos automáticos (pluviômetros) instalados nas áreas de estudo. A produção de serapilheira para o período foi de 7,1 ± 0,23 Mg ha-1 ano-1 para o platô, e 6,3 ± 0,15 Mg ha-1 ano-1 para o baixio (Intervalo de Confiança(IC) = 95 %). A produção de serapilheira foi diferente entre as classes topográficas (n = 120, p = 0,008). Tanto no platô como no baixio, as correlações entre produção mensal de serapilheira e precipitação mensal foram negativas e evidentes (r = -0,83; p = 0,001 para platô; e r = -0,70; p = 0,011 para o baixio). O incremento diamétrico médio para as 250 árvores foi de 1,43 ± 0,18 mm ano-1 (IC = 95 %). Quando separados pelas classes topográficas, no platô o incremento médio foi de 1,46 ± 0,18 mm ano-1 (IC = 95%) e no baixio de 1,35 ± 0,26 mm ano-1 (IC = 95 %), com fraca evidência (p = 0,23) que os mesmos sejam diferentes. A correlação entre a precipitação e o incremento médio das árvores para o período estudado foi positiva igual a r = 0,55 (p = 0,063). A correlação entre a produção de serapilheira e o incremento em diâmetro das árvores foi positiva e evidente igual a r = 0,60 (p = 0,06). Quando a correlação foi feita em função das classes topográficas, a correlação para o platô foi de r = -0,51 (p = 0,087) e para o baixio  r = -0,57 (p = 0,055). Quando a floresta apresenta incremento positivo, isto indica que as árvores estão retirando carbono da atmosfera; ao contrário, no período de alta deposição de serapilheira, as árvores apresentam incrementos menores e o balanço de carbono pode estar negativo. Essa relação tem uma variável importante e fortemente correlacionada, que é a chuva.
Palavras-chave: Sazonalidade das chuvas, Correlação de Pearson  Bandas dendrométricas.

Abstract

During the last decades, meteorological extreme events were frequent in the Amazon region. Floods followed by severe droughts can affect the dynamics of carbon in the forest, which is closely linked to environmental conditions of humidity. The litter and the growth of the trees are the main components of above ground net primary production. The objective of this study was to quantify the litter production and the diameter growth of trees, investigating their correlation with the seasonal rains in central Amazonian. The study was developed at the Experimental Station of the National Institute for Research in the Amazon (INPA), ZF2, Manaus-AM, Brazil, in two transects with dimensions of (20x2500m). The litter samples were collected with 120 litter traps and the growth of the trees was obtained through dendrometric bands installed on 250 trees. Precipitation was obtained by automated equipment (gauges) installed in the study area. The litter production for the period was 7.1 ± 0.23 Mg ha-1.year-1 on the plateau, 6.3 ± 0.15 Mg ha-1.yea-1 in the low land (confidence interval (CI) = 95%). The litter production was different per topographical classes (n=120, p=0.008). The correlation of litter and rain for the plateau was r=-0.83 (p=0.001) and r =-0.70 (p=0.011) for the low land. The average diameter increment of 250 trees was 1.43 ± 0.18 mm.year-1 (95% CI). The increment on the plateau was 1.46 ± 0.18 mm.year-1 and 1.35 ± 0.26 mm.year-1 (95% CI) in the low land, with weak evidence (n=250 and p=0.23) that the increments between topographic classes were not different. The correlation between rainfall and the mean increment of trees for the period studied was r=0.55 (p=0.063). The correlation between the production of litter and the increment in diameter of the trees was r =-0.60 (p=0.06). The correlation for topographical classes plateau is r=-0.51 (p=0.087) and low land is r=-0.57 (p=0.055). When the forest has a positive increase, this indicates that the trees are absorbing carbon from the atmosphere; while in the high litter production period, the trees show smaller increments and the carbon balance may be negative. All these relationships have an important and strongly correlated variable factor: rain.
Keywords: Seasonality of rainfall, Pearson Correlation, Metal dendrometers.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.