Scientia Forestalis, volume 46, n. 117
p.97-106, março de 2018
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v46n117.09

Rendimento operacional e viabilidade econômica na colheita de tocos de eucalipto em dois sistemas extração

Operating performance and economic viability in the eucalyptus stump harvest in two alternative extraction systems

Vinicius Casselli1
Gabriel Atticciati Prata2
Fernando Seixas3

1Mestre em Ciências Florestais. USP – Universidade de São Paulo / ESALQ – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”. Av. Pádua Dias, 11 – Caixa Postal: 9 - 13418-900 - Piracicaba, SP, Brasil. E-mail: vcasselli@hotmail.com.
2Doutorando em Ciências Florestais. USP – Universidade de São Paulo / ESALQ – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”. Av. Pádua Dias, 11 – Caixa Postal: 9 - 13418-900 - Piracicaba, SP, Brasil. E-mail: gaprata@usp.br.
3Professor Associado do Departamento de Ciências Florestais. USP – Universidade de São Paulo / ESALQ – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”. Av. Pádua Dias, 11 – Caixa Postal: 9 - 13418-900 - Piracicaba, SP, Brasil. E-mail: fseixas@usp.br.

Recebido em 14/06/2016 - Aceito em 22/08/2017

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho de uma serra tubular para a extração de tocos de eucalipto remanescentes da colheita, em comparação com o método usual com escavadora hidráulica equipada com destocador. Este implemento, montado em uma grua hidráulica, acoplada a um trator agrícola, é constituído de um tubo metálico com borda serrilhada, com diâmetro de 65 cm e altura interna de 70 cm utilizado para realização de corte do sistema radicular de tocos e raízes próximas. Para a comparação entre o desempenho da serra tubular com a escavadora, foram realizadas extrações em parcelas contendo tocos. Foram mensurados o tempo de extração para cada toco e o tempo de deslocamento das máquinas em cada parcela. O tempo de extração da serra foi superior em até de oito vezes o tempo utilizado com a escavadora. A serra tubular, apesar de ser montada sobre a estrutura de um trator agrícola, gastou aproximadamente 34% do tempo operacional em deslocamento e 1 minuto e 20 segundos para extração de um toco. Já a destocadora, gastou em média 16 segundos para extração, com 26% do tempo em deslocamento, contrariando as expectativas do projeto inicial. As análises econômicas mostraram custo operacional de R$ 107,00/hora para escavadora hidráulica e de R$ 97,37/hora para a serra tubular, porém, a primeira teve maior produtividade, resultando em menor custo de extração por unidade de toco R$ 0,64/toco contra R$ 3,18/toco da serra tubular.
Palavras-chave: Colheita Florestal; Serra Tubular; Destocador; Tocos e Raízes de Eucaliptos.

Abstract

This paper aims to study and evaluate the performance of a tubular saw for the extraction of Eucalyptus stumps remaining after the harvesting, compared to the usual method, with an excavator equipped with a stump remover. This accessory mounted on a hydraulic crane, attached to a farm tractor, consists of a metal tube with a serrated edge, with a diameter of 65 cm. and internal height of 70 cm, used cutting roots and to remove the stump and close roots. To compare the performance of the saw and the excavator, removals were done in plots containing stumps. We measured the removal time and the time to move to each stump. The removal time of the tubular saw was superior in up to eight times compared to the excavators. The tubular saw, despite being mounted on the structure of a farm tractor spent approximately 34% of the operating time in displacement and 1 minute and 20 seconds for extracting a stump. On the other hand, the excavator, spent on average 16 seconds for a stump extraction, with 26% of the time in displacement, contrary to the expectations of the initial project. The economic analyses showed an operating cost of R$ 107.00/hour for the hydraulic excavator and R$ 97.37/hour for the tubular saw; but the first one had higher productivity, resulting in a lower extraction cost per stump unit: R$ 0.64 /stump against R$ 3.18/stump of the tubular saw.
Keywords: Forest harvesting; Tubular saw; Stump removal; Eucalyptus stumps and roots





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.