Scientia Forestalis, volume 46, n. 118
p.229-240, junho de 2018
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v46n118.09

Parâmetros genéticos em teste de progênies de polinização aberta de Eucalyptus grandis Hill ex Maiden

Genetic parameters in open pollination progenies test of Eucalyptus grandis Hill ex Maiden

Thiago Wendling Gonçalves de Oliveira1
Antonio Rioyei Higa2
Luciana Duque Silva3

1Doutorando em Engenharia Florestal. UFPR - Universidade Federal do Paraná. Av. Prefeito Lothario Meissner, 632- Jardim Botânico - 80210170 - Curitiba, PR, Brasil. E-mail: thiagowendling@yahoo.com.br.
2Professor Titular. UFPR - Universidade Federal do Paraná. Av. Prefeito Lothario Meissner, 632- Jardim Botânico - 80210170 - Curitiba, PR, Brasil. E-mail: antonio.higa@gmail.com.
3Professora Doutora do Departamento de Ciências Florestais. USP – Universidade de São Paulo / ESALQ – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Av. Padua Dias, 11 – Caixa Postal: 9 - 13418-900 - Piracicaba, SP, Brasil. E-mail: lucianaduques@usp.br.

Recebido em 31/07/2017 - Aceito em 04/12/2017

Resumo

Este trabalho teve como objetivo estimar parâmetros genéticos em teste de progênies de Eucalyptus grandis, visando avaliar o potencial de seleção direta e indireta para crescimento, resistência à ferrugem e para características que reflitam em melhor qualidade da madeira serrada. O teste de progênies foi plantado em dois locais distintos no estado de São Paulo, Brasil. O teste foi estabelecido no delineamento experimental de blocos casualizados, com 30 repetições, 176 progênies e com uma planta por parcela, com espaçamento de 3 x 2 metros. Foram avaliados os caracteres diâmetro à 1,3 metros (DAP), altura (H), grau de infecção à ferrugem (GRI), bifurcação (BIF), tortuosidade (TOR), número de galhos (NG) e diâmetro de galhos (DG). As herdabilidades médias de progênies indicaram médio controle genético (>0,50) para DAP e H nos dois locais e a correlação genética entre essas variáveis foi de forte magnitude (> 0,75). O GRI e o NG tiveram altos valores de herdabilidades médias de progênies (> 0,50), e para a BIF e TOR esses valores variaram de altos a moderados (> 0,15) entre os locais. As correlações genéticas entre as principais variáveis variaram de fracas a moderadas (< 0,70). As variáveis DAP, GRI e BIF apresentaram valores de correlação genotípica entre os locais maiores que 0,67, sugerindo a formação de uma zona de melhoramento, definindo uma estratégia baseada em métodos de seleção simultânea que priorizem as variáveis com maiores valores de herdabilidade.
Palavras-chave: Melhoramento florestal; Herdabilidade; Correlação genética.

Abstract

The aim of this work was estimate genetic parameters in progeny tests of Eucalyptus grandis, in order to evaluate the potential of direct and indirect selection for growth, resistance to rust and for characteristics that reflect better sawn wood quality. The progeny test was planted in two different sites in São Paulo state, Brazil, using a randomized block design, with 30 replicates, 176 progenies and one plant per plot, with a spacing of 3 x 2 meters. Diameter at breast height (DBH), height (H), degree of infection by rust (DIR), bifurcation (BIF), tortuosity (TOR), number of branches (NB) and branch diameter (BD) were evaluated. The progeny mean heritability indicated median genetic control (> 0.50) for DHB and H in both sites and the genetic correlation between these variables was of great magnitude (> 0.75). The DIR and NB had high progeny mean heritability values (> 0.50), and for BIF and TOR these values ranged from high to moderate (> 0.15) between sites. Genetic correlations between the main variables ranged from weak to moderate (< 0.70). The variables DHB, DIR and BIF revealed a genotype correlation between sites greater than 0.67, suggesting the formation of an improvement zone, seeking strategies based on simultaneous selection methods that prioritize variables with higher heritability.
Keywords: Forest tree breeding; Heritability; Genetic correlation.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.