Scientia Forestalis, volume 46, n. 119
p.415-426, setembro de 2018
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v46n119.09

Nutritional efficiency of plants as an indicator of forest species for the restoration of forests, Brazil

Eficiência nutricional de plantas como indicadora de espécies florestais para restauração de florestas, Brasil

Rosival Barros de Andrade Lima1
Fernando José Freire2
Luiz Carlos Marangon3
Ana Lícia Patriota Feliciano1
Roseane Karla Soares da Silva2
Maria Betânia Galvão dos Santos Freire1
Clarissa Soares Freire2

1PhD in Forestry. UFRPE – Universidade Federal Rural de Pernambuco. Postal Code 2071 – 52171-900 – Recife, PE, Brazil. E-mail: rosival_barros@yahoo.com.br; roseanekarla.floresta@gmail.com; clarissa.sfreire@gmail.com.
2Associate Professor at Agronomy Department. UFRPE – Universidade Federal Rural de Pernambuco. Postal Code 2071 – 52171-900 – Recife, PE, Brazil. E-mail: fernandojfreire@uol.com.br; ana.feliciano@ufrpe.br; mbetaniafreire@ufrpe.br.
3Titular Professor at Forestry Department. UFRPE – Universidade Federal Rural de Pernambuco. Postal Code 2071 – 52171-900 – Recife, PE, Brazil. E-mail: luiz.marangon@ufrpe.br.

Received in 15/07/2017 - Accepted in 22/01/2018

Resumo

A escolha de espécies nativas na recuperação de áreas degradadas é importante por causa da relação peculiar com os sítios onde elas se estabeleceram e exigências nutricionais específicas. A eficiência de utilização dos nutrientes dessas espécies pode contribuir para a recomendação de seu uso em áreas degradadas da Floresta Atlântica. Assim, o objetivo desse estudo foi determinar os teores de N, P, K, Ca e Mg de espécies nativas em remanescente de Floresta Ombrófila Densa das Terras Baixas, estimar a biomassa foliar das espécies, calcular o conteúdo dos nutrientes armazenado na biomassa foliar e determinar a eficiência de utilização de nutrientes. Foi realizado um estudo fitossociológico do fragmento e definida dez espécies de maior densidade absoluta. As espécies florestais apresentaram altos teores de N e baixos de P, podendo se estabelecer em ambientes férteis em N e restritivos para P, com exceção das espécies Myrcia silvatica e Tapirira guianensis que podem ser recomendadas para solos com pouca disponibilidade de N. As espécies Thyrsodium spruceanum e Protium heptaphyllum podem ser recomendadas para ambientes com pouca disponibilidade de K e Mg, respectivamente. Em fragmentos florestais de solos com baixa disponibilidade de Ca, a espécie Brosimum rubescens pode ser utilizada para restauração florestal dessas áreas. A eficiência de utilização de nutrientes pode indicar fragmento florestal diversificado, estabelecido e equilibrado nutricionalmente.
Palavras-chave: Floresta Atlântica, nutrição florestal, restauração florestal.

Abstract

The choice of native species in the recovery of degraded areas is important because of the peculiar relation with the sites where they were established and specific nutritional requirements. The nutrient utilization efficiency of these species can contribute to recommendations of their use in degraded areas of the Atlantic Forest. Thus, the objective of this study was to determine the N, P, K, Ca, and Mg nutrient concentrations of native species in a remnant of Lowland Dense Shade Forest, to estimate foliar biomass; to calculate the stored nutrients and the nutrient utilization efficiency. A phytosociological study of the fragment was carried out and the ten species with the highest absolute densities were defined. The forest species presented high content of N and low of P, being able to be established in environments rich in N and low in P, with the exception of Myrcia silvatica and Tapirira guianensis, which can be recommended for soils with low N availability. Thyrsodium spruceanum and Protium heptaphyllum can be recommended for environments with low K and Mg availability, respectively. Brosimum rubescens can be used for forest restoration in fragments of soils with low Ca availability. The nutrient utilization efficiency may indicate a nutritionally balanced forest fragment, diversified and established.
Keywords: Atlantic forest, forest nutrition, forest restoration.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.