Scientia Forestalis, volume 42, n. 101
p.101-112, março de 2014

Leguminosas arbóreas para recuperação de áreas degradadas com pastagem em Conceição de Macabu, Rio de Janeiro, Brasil.

Leguminous trees to recovery of degraded pastures in northern Rio de Janeiro, Brazil.

Marlon Gomes da Costa1
Antonio Carlos da Gama-Rodrigues2
Francisco Costa Zaia3
Emanuela Forestieri da Gama-Rodrigues4

1Doutorando em Produção Vegetal. UENF - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - Laboratório de Solos, Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias, CEP 28013-602, Campos dos Goytacazes, RJ. E-mail: marlongc@uenf.br.
2Professor Doutor. UENF - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - Laboratório de Solos, Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias, CEP 28013-602, Campos dos Goytacazes, RJ. Bolsista CNPq e FAPERJ. E-mail: tonygama@uenf.br.
3Pós-doutorando UENF - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - Laboratório de Solos, Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias, CEP 28013-602, Campos dos Goytacazes, RJ. Bolsista FAPERJ. E-mail: zaia@uenf.br.
4Professora Doutora Associada. UENF - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - Laboratório de Solos, Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias, CEP 28013-602, Campos dos Goytacazes, RJ. Bolsista CNPq. E-mail: emanuela@uenf.br

Recebido em 19/08/2013 - Aceito para publicação em 22/01/2014

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de povoamentos de Acacia auriculiformis (acácia) e Mimosa caesalpiniifolia (sabiá) na recuperação de áreas degradadas com pastagens. Para isso foram avaliados os atributos de fertilidade do solo desses dois povoamentos, bem como de uma floresta secundária (capoeira) e de uma pastagem degradada para fins comparativos, o conteúdo de nutrientes, dos componentes estruturais (celulose e lignina) e metabólitos secundários (polifenóis) da serapilheira dos povoamentos de acácia e sabiá. O estudo foi realizado em um Latossolo Vermelho Amarelo no município de Conceição de Macabu, RJ, mensalmente, no período de um ano. A cobertura de acácia apresentou a maior biomassa total (10,59 Mg ha-1) e de folhas (5,8 Mg ha-1) na serapilheira acumulada, e as maiores quantidades de C, N e Ca na folha do que as outras coberturas. A sequencia do estoque de nutrientes na serapilheira acumulada foi a mesma para todos os componentes e coberturas florestais: C > N > Ca > Mg > K > P. O sabiá apresentou maior coeficiente de decomposição (k = 0,79) e menor tempo médio de residência de nutriente para todos os nutrientes, polifenóis, lignina e celulose. Na produção de folhedo, a acácia apresentou o maior efeito de sazonalidade para os nutrientes e o sabiá maior produção total de biomassa (5,35 Mg ha-1 ano-1). Os três sistemas florestais apresentaram maior eficiência de utilização de nutrientes para o P. Os atributos da serapilheira revelaram capacidades diferenciadas das leguminosas e da capoeira para reciclar nutrientes, e apontaram estas leguminosas como boas alternativas para recuperação de áreas de pastagens degradadas, pela melhoria do nível de fertilidade do solo através da ciclagem de nutrientes via serapilheira.
Palavras-chave: Ciclagem de nutrientes, Acacia auriculiformis e Mimosa caesalpiniifolia, floresta secundária.

Abstract

The aim of this study was to evaluate the production and accumulation of litter, nutrient content, structural components (cellulose and lignin) and secondary metabolites (polyphenols), in two leguminous trees plantations; Acacia auriculiformis and Mimosa caesalpiniifolia with a potential for recovery of degraded pastures. This study was conducted in Conceição de Macabu, RJ, in a Red Yellow Latosol. Litter was quantified for one year and its attributes determined in the three forest systems. Acacia auriculiformis presented the highest total biomass (10.59 Mg ha-1) and leaf (5.8 Mg ha-1) in accumulated litter, and the highest amounts of C, N and Ca in the leaf. The sequence of nutrient stocks in litter was the same for all components and forest covers: C > N > Ca > Mg > K > P. Mimosa caesalpiniifolia showed the highest litter turnover rates (k = 0.79) and the lowest mean residence time of nutrients for all nutrients, polyphenols, lignin and cellulose. Acacia auriculiformis had the highest variability for all nutrients in the litter, while Mimosa caesalpiniifolia had higher total biomass production (5.35 Mg ha-1 yr-1). The three systems presented high nutrient use efficiency for P. The attributes of the litter revealed differentiated capabilities of the leguminous and secondary forest to recycle nutrients, and the leguminous trees are a good alternative for restoring degraded pastures by improving the soil fertility level through nutrient cycling via litter fall.
Keywords: Nutrient cycling, Acacia auriculiformis and Mimosa caesalpiniifolia, secondary forest.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.