Scientia Forestalis, volume 44, n. 109
p.105-113, março de 2016
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v44n109.10

Predição de ganhos genéticos em progênies de Eucalyptus benthamii Maiden & Cambage por diferentes métodos de seleção

Prediction of genetics gains in Eucalyptus benthamii Maiden & Cambage progenies by different selection methods

Rodolfo Manoel Lemes da Costa1
Regiane Abjad Estopa2
Fabrício Antônio Biernaski2
Edson Seizo Mori3

1Mestre em Ciência Florestal. UNESP - Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquista Filho" / FCA - Faculdade de Ciências Agronômicas. Fazenda Lageado - Caixa-Postal 237 – 18603-970-  Botucatu, SP, Brasil. E-mail: rmldcosta@gmail.com
2Klabin SA. E-mail: restopa@klabin.com.br; fbiernaski@klabin.com.br
3Professor Titular. UNESP - Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquista Filho" / FCA - Faculdade de Ciências Agronômicas. Fazenda Lageado - Caixa-Postal 237 – 18603-970-  Botucatu, SP, Brasil. E-mail: esmori@fca.unesp.br

Recebido em 08/04/2015 - Aceito para publicação em 31/07/2015

Resumo

A alta produtividade das florestas de Eucalipto no Brasil se deve a diversos fatores, dentre eles o melhoramento genético que teve grande contribuição para este avanço. Por meio da seleção recorrente é possível aumentar a produtividade ao longo das gerações de melhoramento. Este trabalho teve como objetivo comparar os ganhos com a seleção por meio de três métodos: seleção massal, seleção entre e dentro de progênies e seleção individual para o caráter volume de madeira (VOL m³) em progênies de Eucalyptus benthamii aos sete anos de idade, testadas em Telêmaco Borba – PR. O experimento foi implantado em blocos casualizados, com 34 progênies de polinização aberta, nove repetições e parcelas lineares de seis plantas. As estimativas das variâncias e parâmetros genéticos foram obtidas por meio do método REML/BLUP. O desenvolvimento das progênies foi satisfatório quando comparado com outros trabalhos, o coeficiente de variação genética aditiva individual ((%) = 24,9%) e a herdabilidade média entre progênies ( = 0,61) apresentaram valores de alta magnitude o que demonstra que é possível obter ganhos com a seleção. A intensidade de seleção utilizada foi de 10% dos indivíduos superiores de acordo com cada método. O método que apresentou a predição de ganho mais elevada foi a seleção individual (GS = 20,5%), seguido pela seleção entre e dentro de progênies (GS = 17,3%) e a menor foi a seleção massal (GS = 15,6%). No entanto do ponto de vista do tamanho efetivo da população e da estimativa de diversidade genética, há um grande estreitamento da base genética com a utilização da seleção individual. Ponderando esses fatores foi observado que a seleção entre e dentro de progênies teve elevados valores de ganhos genéticos sem que houvesse grande perda de variabilidade genética.
Palavras-chave: Métodos de seleção; Predição de ganhos; Eucalyptus benthamii; Melhoramento florestal.

Abstract

The high productivity of eucalyptus forests in Brazil nowadays is a result of several factors, one of which is breeding, which contributed significantly to this advance. Recurrent selection can increase productivity over generations of breeding. This study compared gains with selection by three methods: mass selection, selection among and within progenies and individual selection for the trait wood volume (VOL m³) in seven-year-old Eucalyptus benthamii progenies, tested in Telêmaco Borba – PR. The experiment was established in randomized blocks, with 34 open-pollinated progenies, nine replications and row plots of six plants. Variances and genetic parameters were estimated by the REML/BLUP method. The progeny development was satisfactory in comparison with other studies; the individual additive genetic coefficient of variation ((%) = 24.9%) and the average heritability among progenies ( = 0.61) were high, indicating the possibility of gains with selection. A selection intensity of 10% of superior plants was used, for all methods. The estimated selection gain was highest for the individual selection method (SG = 20.5%), followed by selection among and within progenies (SG = 17.3%) and lowest for mass selection (SG = 15.6%). However, in terms of effective population size and genetic diversity estimate, the genetic basis was extremely narrowed by individual selection. Taking these factors into account, selection among and within progenies, with high genetic gain without relevant loss of genetic variability, seems more promising.
Keywords: Selection methods; Gains estimates; Eucalyptus benthamii; Forest improvement.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.