Scientia Forestalis, volume 45, n. 113
p.119-128, março de 2017
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v45n113.11

Estimativa de parâmetros genéticos para caracteres silviculturais e densidade do lenho em teste de progênies de Eucalyptus urophylla

Genetic parameters estimates for silvicultural traits and wood density in Eucalyptus urophylla progeny test

Eduardo Pinheiro Henriques1
Cristiano Bueno de Moraes2
Alexandre Magno Sebbenn3
Mario Tomazello Filho4
Mário Luiz Teixeira de Moraes5
Edson Seizo Mori6

1Doutor em Engenharia Florestal. UNESP – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita” Filho / Faculdade de Ciências Agronômicas. Caixa Postal 237 – 18.610-237 - Botucatu, SP, Brasil. E-mail: eduardopinheirohenriques@gmail.com
2Professor Adjunto do Departamento de Ciências Florestais. UFT - Universidade Federal do Tocantins - 77404-970 – Gurupi, TO, Brasil. E-mail: cb_moraes2004@yahoo.com.br
3Pesquisador Doutor. IF -Instituto Florestal. Caixa Postal 1322 - 01059-970, São Paulo, SP, Brasil. E-mail:  alexandresebbenn@yahoo.com.br
4Professor Titular do Departamento de Ciências Florestais. USP - Universidade de São Paulo /ESALQ - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Avenida Páduas Dias, 11 – Caixa Postal 09 - 13418900 - Piracicaba, SP, Brasil. E-mail: mtomazel@usp.br
5Professor Titutar do Departamento de Fitotecnia e Tecnologia de Alimentos e Socio Economia.UNESP – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita” Filho / Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira. Caixa Postal 31 - 15385-000 - Ilha Solteira, SP, Brasil. E-mail: teixeira@agr.feis.unesp.br
6Professor Titulador do Departamento de Produção e Melhoramento Vegetal. UNESP – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita” Filho / Faculdade de Ciências Agronômicas. Caixa Postal 237 – 18.610-237 - Botucatu, SP, Brasil. E-mail: esmori@fca.unesp.br

Recebido em 21/03/2016 - Aceito para publicação em 20/07/2016

Resumo

Nos programas de melhoramento genético de espécies de eucalipto, testes de progênies de polinização aberta são usualmente utilizados na seleção de árvores superiores. Dessa forma, no presente estudo foram estimados parâmetros genéticos em progênies de Eucalyptus urophylla para os caracteres altura total das árvores, diâmetro à altura do peito (DAP), volume do fuste e densidade aparente do lenho aos 1, 2, 3, 5 e 7 anos de idade. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados com 77 tratamentos, 6 repetições e 6 plantas por parcela linear. O teste da razão de verossimilhança (LRT) revelou diferenças altamente significativas em nível de 1% de probabilidade (p<0,01) entre os caracteres avaliados, exceto para o DAP e a densidade aparente do lenho no 1º ano, significativo (p< 0,05) e não significativo, respectivamente. O valor dos coeficientes de variação experimental foi no máximo de 9,23% para altura, 10,66% para DAP, 29,74% para volume do tronco e 13,60% para densidade do lenho, todos na idade de 1 ano, decrescendo com o aumento das idades. A herdabilidade média das progênies () foi de 0,80 para altura, de 0,67 para DAP, de 0,72 para volume e de 0,83 para densidade do lenho, aos 7 anos, idade usual de colheita.  O coeficiente de determinação dos efeitos de parcela  foi abaixo de 1% para todos os caracteres nas idades de 2, 3, 5 e 7 anos. A acurácia foi da ordem de 87% para altura, 78% para DAP, 83% para volume e de 90% para densidade, a partir do segundo ano, para todos os caracteres e idades. Os resultados indicam forte controle genético dos caracteres de crescimento e de qualidade do lenho, com a possibilidade de obtenção de ganhos genéticos no processo de seleção aplicado entre e dentro de progênies.
Palavras-chave: densidade do lenho; densitometria de raios X; parâmetros genéticos; teste de progênie.

Abstract

In eucalypt species, progeny tests of open pollinated trees are usually used for selecting superior genotypes in genetic improvement programs. In this study, genetic parameters were estimated in a progeny test of Eucalyptus urophylla for the traits  total tree height, diameter at breast height (DBH), stem volume and apparent density of the wood at 1, 2, 3, 5 and 7 years of age. The experimental design was randomized blocks with 77 treatments, 6 replicates and plots containing 5 plants in rows. The likelihood ratio test (LRT) revealed highly significant differences at a probability level of 1% (p<0.01) between the traits assessed, except for DBH and apparent density of the wood at the 1st year of growth, which were significant (p<0.05) and not significant, respectively. The values of the residual coefficients of variation were 9.23% for tree height, 10.66% for DBH, 29.74% for stem volume and 13.60% for wood density, all of them at the age of 1 year, decreasing according to the increase of age. The progeny mean heritabilities  ()   were 0.80 for tree height, 0.67 for DBH, 0.72 for stem volume and 0.83 for wood density, at age 7 years,  when the rotation cycle is usually completed. The coefficients of determination of the plot effect of ()  were below 1% for all characters at the ages of 2, 3, 5 and 7 years. Accuracies () were 87% for tree height, 78% for DBH, 83% for stem volume and 90% for wood density after the second year of growth for all traits and ages. The results indicate a strong genetic control for the traits associated to the tree growth and wood density, with the possibility of obtaining genetic gains when the selection is performed both within  and among progenies.
Keywords: genetic parameters; progeny test; wood density; x-ray densitometry.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.