Scientia Forestalis, volume 42, n. 102
p.279-288, junho de 2014

Resíduos madeireiros de eucalipto colados com resina ureia formaldeído à temperatura ambiente

Eucalypts timber wastes glued with urea formaldehyde resin at room temperature

Ana Carolina Boa1
Fabricio Gomes Gonçalves2
José Tarcísio da Silva Oliveira2
Juarez Benigno Paes2
Marina Donária Chaves Arantes2

1Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Ciências Florestais. UFES - Universidade Federal do Espírito Santo - Av. Gov. Lindemberg, 316, Jerônimo Monteiro, ES, 29550-000. E-mail: b.anacarol@yahoo.com.br.
2Doutor (a). Professor (a) do Departamento de Ciências Florestais e da Madeira. UFES - Universidade Federal do Espírito Santo, Av. Gov. Lindemberg, 316, Jerônimo Monteiro, ES, 29550-000. E-mail: fabricio.goncalves@ufes.br; jtsilva@npd.ufes.br; juarez.benigno@pq.cnpq.br; mdonariac@hotmail.com.

Recebido em 29/07/2013 - Aceito para publicação em 16/04/2014

Resumo

Existem diversas alternativas para o uso dos resíduos madeireiros, sendo a colagem da madeira uma destas. Além de permitir a utilização dos resíduos gerados durante as operações de processamento da madeira, a produção de painéis agrega valor ao produto, permitindo a produção de peças com dimensões superiores às da madeira serrada. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar o comportamento de juntas coladas com ureia formaldeído a partir de resíduos madeireiros de eucalipto classificados como lenha. Neste estudo avaliou-se a colagem de resíduos madeireiros ao serem testadas duas classes de densidade da madeira, CI (≤ 0,65 g.cm-3) e CII (> 0,65 g.cm-3), e cinco gramaturas do adesivo ureia formaldeído, 150, 200, 250, 300 e 350 g.m-2, sendo realizado o ensaio de resistência ao cisalhamento da linha de cola e a avaliação da falha na madeira. Madeiras de menores densidades exibiram melhor qualidade de colagem e a gramatura de 350 g.m-² proporcionou melhor resistência na linha de cola para ambas as classes de densidade.
Palavras-chave: Madeira de eucalipto, junta colada, resíduo madeireiro.

Abstract

There are several alternatives to the use of the timber wastes, and wood gluing is one of these. In addition to permitting usage of the waste generated during processing operations, the production of wood panels adds value to the final product, allowing the production of parts with dimensions greater than those of lumber. This study aimed to evaluate the behavior of joints bonded with urea formaldehyde from waste of eucalypts wood classified as firewood. This study assessed the waste wood glue testing two classes of wood density, CI (≤ 0,65 g.cm-3) and CII (> 0,65 g.cm-3),  and five amounts of urea formaldehyde adhesive: 150, 200, 250, 300 and 350 g.m-2; testing the shearing strength of the glue line and evaluating wood failure. Wood of smaller densities exhibited better bonding quality and the amount of 350 g.m-2 urea formaldehyde resulted in better glue line resistance for both density classes.
Keywords: Eucalypt wood, glued joint, waste timber.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.