Scientia Forestalis, volume 45, n. 113
p.129-137, março de 2017
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v45n113.12

Fertilização potássica na implantação de Corymbia citriodora (Hook.) K.D. Hill & L.A.S. Jonhson

Potassium fertilization in plantation of Corymbia citriodora (Hook.) K.D. Hill & L.A.S. Johnson

Gabriel Biagiotti1
Sergio Valiengo Valeri2
Mara Cristina Pessoa da Cruz3
Rodrigo Tenório de Vasconcelos1

1Doutor em Agronomia. UNESP – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” / Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal. Via de Acesso Prof. Paulo Donato Castellane, Km5 – 14.884-900 – Jaboticabal, SP, Brasil. E-mail: gbiagiotti@yahoo.com.br; rodrigotvasconcelos@hotmail.com
2Professor Titular do Departamento de Produção Vegetal. UNESP – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” / Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal. Via de Acesso Prof. Paulo Donato Castellane, Km5 – 14.884-900 – Jaboticabal, SP, Brasil. E-mail: valeri@fcav.unesp.br
3Professor Assistente do Departamento  de Solos e Adubos. Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” / Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal. Via de Acesso Prof. Paulo Donato Castellane, Km5 – 14.884-900 – Jaboticabal, SP, Brasil. E-mail: mcpcruz@fcav.unsp.br

Recebido em 11/02/2016 - Aceito para publicação em 23/09/2016

Resumo

A fertilização potássica pode gerar incrementos no crescimento das árvores e maximizar a produtividade florestal. O objetivo desse trabalho foi verificar os efeitos da aplicação de doses de potássio no crescimento e na produção de biomassa de madeira de plantas de Corymbia citriodora. Foram aplicadas doses de 0, 30, 60, 90, 120 e 150 kg ha-1 de K2O na forma de cloreto de potássio em Argissolo Vermelho Amarelo textura arenosa. As doses de potássio foram parceladas, em quantidades iguais no plantio, aos 6 e 9 meses. As mudas foram plantadas no espaçamento de 3 x 2 m e o delineamento experimental foi de blocos ao acaso com seis tratamentos e quatro repetições. Foram feitas avaliações de altura e de diâmetro do caule aos 6, 9, 12 e 24 meses após plantio. Também aos 12 meses, foi determinada a densidade básica da madeira, estimado o volume de madeira e a produção de biomassa de madeira por hectare. Até aos 12 meses de idade, o crescimento e a  produção de biomassa de C. citriodora foram favorecidos com a fertilização potássica, sendo que a  aplicação  de 62 kg ha-1 de K2O promoveu maior crescimento em diâmetro e a de 85 kg ha-1 de K2O promoveu maior produção de biomassa de madeira. Aos 24 meses de idade, não houve resposta à adubação potássica, sugerindo maior exigência do nutriente na fase inicial de crescimento.
Palavras-chave: eucalipto, nutrição florestal, argissolo.

Abstract

Potassium fertilization can generate increases in tree growth and maximize forest productivity. The aim of this study was to verify the effects of application of potassium doses on the growth and wood biomass production of Corymbia citriodora. Doses of 0, 30, 60, 90, 120 and 150 kg ha-1 K2O were applied in Ultisol, sandy texture. The potassium doses were split in equal amounts at planting, at 6 and 9 months. Seedlings were planted at 3 x 2 m spacing and the experimental design was a randomized block design with six treatments and four replications. Evaluations were made in height and stem diameter at 06, 09, 12 and 24 months after planting. Also, at 12 months, the basic density of wood, the wood volume per hectare, and wood biomass production per hectare were determined. Until age 12 months, growth and biomass production of C. citriodora increased by potassium fertilization; the application of de 62 kg ha-1 de K2O promoted greatest growth in diameter and 85 kg ha-1 de K2O promoted greatest production of wood biomass. At 24 months there was no response to potassium fertilization, suggesting greater demand of the nutrient at the early stages of growth.
Keywords: Eucalyptus, forestry nutrition, Utilsol





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.