Scientia Forestalis, volume 41, n. 97
p.113-119, março de 2013

Variabilidade genética de caracteres silviculturais em progênies de polinização aberta de Pinus caribaea var. bahamensis

Genetic variation of silvicultural traits in open pollination progenies of Pinus caribaea var. bahamensis

Victória Campos Monteiro Pires1
Karina Martins2
Osmar Vilas Bôas3
Miguel Luiz Menezes Freitas4
Alexandre Magno Sebbenn5

1Engenheira Florestal. UFSCar - Universidade Federal de São Carlos – Campus Sorocaba - Rodovia João Leme dos Santos, Km 110 - SP-264, Bairro do Itinga, Sorocaba - São Paulo – Brasil, CEP 18.052-780 - E-mail: victoriacmpires@hotmail.com.
2Professora Doutora. UFSCar - Universidade Federal de São Carlos – Campus Sorocaba - Rodovia João Leme dos Santos, Km 110 - SP-264, Bairro do Itinga, Sorocaba - São Paulo – Brasil, CEP 18.052-780 - E-mail: karimartins@yahoo.com.
3Pesquisador Científico. IF - Instituto Florestal de São Paulo, Divisão de Florestas e Estações Experimentais, Seção de Floresta Estadual de Assis - Estrada Assis-Lutécia, Km 09, Zona Rural, CEP 19802-970 – E-mail: osmarvb@gmail.com.
4Doutor, Pesquisador Científico. IF -Instituto Florestal de São Paulo, Seção de Melhoramento Florestal -Rua do Horto, 931, Sao Paulo, SP, CEP 02377-000 – E-mail: miguellmfreitas@yahoo.com.br.
5Doutor. Pesquisador Científico. IF - Instituto Florestal de São Paulo, Estação Experimental de Tupi - Rodovia Luiz de Queiroz, Km 149,5,Piracicaba, SP, CEP 13400-970 – E-mail: alexandresebbenn@yahoo.com.br.

Recebido em 23/05/2012 - Aceito para publicação em 19/12/2012

Resumo

A forma mais utilizada para se identificar genótipos com características que satisfaçam as exigências de produtividade é por meio de testes de progênies. Este trabalho teve como objetivo estimar a variação e parâmetros genéticos para caracteres silviculturais de Pinus caribaea var. bahamensis em um teste de progênies aos 21 anos de idade, instalado na Floresta Estadual de Assis, São Paulo, Brasil. Os componentes de variação genética foram estimados apenas para DAP, para o qual as diferenças entre progênies foram significativas. Para o caráter DAP, foram observadas estimativas elevadas de coeficiente de variação genética (CVg=8,01%) e herdabilidades, em especial entre médias de progênies (h²m=0,83). Isso indica a possibilidade de ganhos genéticos promissores nas primeiras gerações de melhoramento. A herdabilidade em nível de plantas individuais foi 35% maior quando as progênies foram consideradas como de meios-irmãos (h²i=0,57) do que no cenário de sistema misto de reprodução (h²i=0,42). Como consequência, o ganho genético foi superestimado em 20% quando foram consideradas progênies de meios-irmãos. A estratégia de seleção entre e dentro de progênies poderá resultar em ganhos genéticos elevados, devido à elevada variação genética e ao forte controle genético do caráter.
Palavras-chave: Caracteres quantitativos; conservação genética; herdabilidade; melhoramento genético; Pinus; variabilidade genética.

Abstract

Breeding programs are widely based on progeny tests to ensure the identification of genotypes that best fit a desirable profile. This study aimed at estimating genetic variation and related parameters for silvicultural traits of Pinus caribaea var. bahamensis in a 21 years-old progeny test established at the State Forest of Assis, São Paulo State, Brazil. The experimental design was a 4 x 5 triple lattice, with 17 treatments, three replications and linear plots of 10 trees. Genetic variance components were estimated only for dbh, for which the phenotypic variation showed a genetic association. For dbh, the coefficient of genetic variation (CVg=8.01%) and heritability values were high, especially the mean heritability among progenies (h²m=0.83). Substantial genetic gains in initial generations of breeding could be expected based on these results. Individual-tree heritability for dbh was 35% higher when progenies were considered as half-sib families (h²i=0.57) compared to a mixed mating system (h²i=0.42). As a result, the genetic gain would be overestimated by 20% when using half-sib families. High genetic gains can be achieved by selecting within and among progenies due to the high genetic variation and strong genetic control.
Keywords: Quantitative traits; genetic conservation; heritability; Pinus; genetic variation; tree breeding





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.