Scientia Forestalis, volume 43, n. 107
p.617-626, setembro de 2015

Manejo Florestal no bioma Cerrado: uma opção para conservar e lucrar

Forest Management in the Cerrado biome: an option to conserve and to profit

Fabio Venturoli1
Fabrício Alvim Carvalho2
Carlos de Melo e Silva Neto3
Douglas César de Moraes4
Thalles Oliveira Martins5
Denys Melo Souza4

1Professor Doutor do Departamento de Engenharia Florestal. UFG - Universidade Federal de Goiás. Rod Goiânia / Nova Veneza KM 0 Campus Samambaia - 74690-900 - Goiania, GO. E-mail: fabioventuroli@gmail.com.
2Professor Adjunto do Departamento de Botânica. UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora. Rua José Lourenço Kelmer, s/n - Campus Universitário São Pedro - 36036900 - Juiz de Fora, MG. E-mail: fabricio.alvim@gmail.com.
3Doutorando no Programa de Pós-graduação em Agronomia (Produção vegetal). UFG - Universidade Federal de Goiás. Rod Goiânia / Nova Veneza KM 0 Campus Samambaia - 74690-900 - Goiania, GO. E-mail: carloskoa@gmail.com.
4Engenheiro Florestal, ProFloresta. UFG – Universidade Federal de Goiás. Campus Samambaia – 74690-900 – Goiânia – GO. E-mail: douglasflorestal@hotmail.com; denysmelosouza@yahoo.com.br
5Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais. UnB – Universidade de Brasília. Campus Universitário Darcy Ribeiro – 70910-900 – Brasília, DF. E-mail: thallesflorestal@hotmail.com.

Recebido em 05/08/2014 - Aceito para publicação em 20/03/2015

Resumo

Diminuir a densidade arbórea na floresta promove o incremento diamétrico das espécies e, como técnica silvicultural, pode reduzir os ciclos de corte para a exploração. Nesse contexto, porém, as Florestas Estacionais encravadas no bioma Cerrado são pouco estudadas a despeito da importância consolidada de suas madeiras para o mercado. O objetivo desta pesquisa foi avaliar os incrementos periódicos anuais (IPA) em diâmetro de espécies florestais em razão de intervenções silviculturais de supressão da competição, em uma Floresta Estacional Semidecídua secundária, em Pirenópolis, Goiás, ao longo de dez anos. Foram considerados dois períodos de avaliação, um com a manutenção periódica semestral dos tratamentos (2003 a 2007) e o outro sem esta manutenção (2007 a 2013). Os tratamentos consistiram de supressão da vegetação arbórea e cipós em uma área com raio de um metro em relação a cada árvore de interesse; e foram aleatoriamente empregados em 12 parcelas de 25 x 30 metros ao longo de um gradiente de umidade. Entre os tratamentos o IPA nos dois períodos de avaliação variou de 0,22cm.ano-1 para 0,21cm.ano-1 na área controle; de 0,26cm%.ano-1 para 0,23cm.ano-1 na área onde ocorreu somente a supressão da competição (T2); e de 0,27cm.ano-1 para 0,22cm.ano-1 na área sob supressão da competição associada ao corte de cipós (T3). Em nível populacional verificou-se que as espécies responderam diferentemente às intervenções silviculturais, mas também foram encontradas associações dos incrementos periódicos anuais com os tratamentos silviculturais. Os menores IPA’s entre 2007 e 2013 em relação aos IPA’s entre 2003 e 2007 comprovaram a eficácia das intervenções silviculturais em favorecer o crescimento radial das árvores e ressaltaram a importância dos estudos populacionais em compor o manejo florestal. Demonstrou-se uma alternativa de uso para essas florestas que pode combinar com as tendências de mercado associadas a créditos de carbono e à redução de emissões provenientes de desmatamento e degradação florestal, convergindo à adequação da propriedade ao Código Florestal Brasileiro.
Palavras-chave: Floresta estacional; intervenções silviculturais; ecologia.

Abstract

Decreasing the tree density in the forest promotes the diameter increment and, as a silvicultural technique, can reduce cutting cycles for exploration. In this context, however, semi-deciduous forests in Cerrado biome are little studied despite of their importance in the timber market. The objective of this research was to evaluate the diameter periodic annual increments (PAI) of the trees due to silvicultural interventions of the competition suppression in a secondary semi-deciduous forest in Pirenópolis, Goiás, Brazil, over ten years. Two evaluation periods, with the biannual periodic maintenance treatments (2003-2007) and the other without this maintenance (2007-2013), were considered. Treatments consisted in the removal of vegetation within a radius of one meter of the trees, associated or not to lianas cutting, and a control; and were randomly distributed in 12 plots of 25 x 30 meters along a moisture gradient. Between treatments, in both the periods of evaluation, the PAI ranged from 0.22cm.year-¹ to 0.21cm.year-¹ in the control area; 0.26cm.year-¹ to 0.23cm.year-¹ in the area under the suppression of competition (T2); and 0.27cm.year-¹ to 0.22cm.year-¹ in the area under the suppression of competition associated with liana cutting (T3). At the populations level it was found that the species increased differently from each other, but associations of the diameters periodic annual increments with the silvicultural treatments were also found. Smaller PAI between 2007 and 2013 in relation to PAI between 2003 and 2007 confirmed the efficacy of silvicultural interventions in favor to the radial growth of trees and stressed the importance of population studies in composing the forest management. It was demonstrated that this treatment poses an alternative of management for these forests, that can combine with market trends related to carbon credits and reducing emissions from deforestation and forest degradation, converging to the suitability and obeisance of the Brazilian Forest Code.
Keywords: Semi-deciduous forest; silvicultural treatments; ecology.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.