Scientia Forestalis, volume 44, n. 111
p.675-682, setembro de 2016
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v44n111.13

Seleção de espécies e procedências de Pinus para região de Assis, Estado de São Paulo

Selection of Pinus species and provenances for Assis region, State of São Paulo

Francine Beatriz de Souza1
Miguel Luiz Menezes Freitas2
Mario Luiz Teixeira de Moraes3
Osmar Vilas Boas4
Alexandre Magno Sebbenn5

1Mestranda em Agronomia do Departamento de Fitotecnia. Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira. UNESP - Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” / Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira.  Av. Brasil Centro, 56 – Caixa Postal 31 – 15385-000 - Ilha Solteira, SP, Brasil. E-mail: francinnysouza@yahoo.com.br.
2Doutor, Pesquisador Científico. IF -Instituto Florestal de São Paulo / Seção de Melhoramento Florestal - Rua do Horto, 931 – 02377-000 - Sao Paulo, SP, Brasil. CEP 02377-000. E-mail: miguellmfreitas@yahoo.com.br.
3Professor Titular do Departamento de Fitotecnia. Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira. UNESP - Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” / Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira.  Av. Brasil Centro, 56 – Caixa Postal 31 – 15385-000 - Ilha Solteira, SP, Brasil. E-mail: teixeira@agr.feis.unesp.br.
4Doutor, Pesquisador Científico. IF -Instituto Florestal de São Paulo / Divisão de Florestas e Estações Experimentais, Seção de Floresta Estadual de Assis. Estrada Assis-Lutécia - Km 09 - Zona Rural – 19802-970 – Assis, SP, Brasil. E-mail: osmarvb@gmail.com.
5Doutor, Pesquisador Científico. IF -Instituto Florestal de São Paulo / Divisão de Florestas e Estações Experimentais, Estação Experimental de Tupi. Rodovia Luiz de Queiroz - Km 149,5 – 13400-970 - Piracicaba, SP, Brasil. E-mail: alexandresebbenn@yahoo.com.br.

Recebido em 28/01/2015 - Aceito para publicação em 01/02/2016

Resumo

O objetivo deste estudo foi à seleção de espécies e procedências de Pinus para a região de Assis, estado de São Paulo. O teste de espécie e procedências foi instalado na Floresta Estadual de Assis, no delineamento experimental blocos casualizados, com tratamentos representados por espécies (Pinus oocarpa, P. maximinoi e P. tecunumanii) e procedências por espécie, quatro blocos e parcelas quadradas com 49 plantas (7 x 7), no espaçamento de 3 x 2,5 m. Aos 21 anos após o plantio foram mensurados os caracteres: diâmetro à altura do peito (DAP), altura total (ALT), volume real individual (VOL) e a taxa de sobrevivência (SOBRE). Foram observadas diferenças significativas entre as espécies e procedências de diferentes espécies (p< 0.01) para o caractere SOBRE, indicando a possibilidade de seleção entre espécies e procedências. A divergência genética entre espécies variou entre os caracteres de crescimento de zero a 0,141 e foi de 0,683 para SOBRE, o que indica que a maior parte da variabilidade genética se encontra distribuída dentro das espécies para os caracteres de crescimento e entre espécies para a SOBRE. Foram observadas correlações genéticas e fenotípicas significativas e positivas entre os caracteres DAP e VOL (mínimo de 0,926; p< 0,01) o que indica que a seleção para o DAP vai resultar em um aumento no VOL. Os resultados observados indicam que existem variações genéticas entre as espécies e procedências de diferentes espécies de Pinus para SOBRE e que a o P. oocarpa é mais indicada para o reflorestamento comercial nas condições ambientais de Assis.
Palavras-chave: Caracteres quantitativos; melhoramento genético; variação genética.

Abstract

The objective of the study was the selection of Pinus species and provenances for the region of Assis, state of São Paulo. The species and provenance test was established at the Assis State Forest, using the randomized blocks design with treatments represented by species (Pinus oocarpa, P.  maximinoi and P. tecunumanii) and provenances of the species, four blocks and square plots with 49 plants (7 x 7), at a spacing of 3 x 2.5 m. At 21 years after planting the traits were measured: diameter at breast height (DAP), total height (ALT), individual real volume (VOL) and the survival rate (SOBRE). Significant differences were observed between species and provenances of different species (p< 0.01) for SOBRE, indicating the possibility of selection among species and provenances. The genetic divergence between species varied between growth traits from zero to 0.141, and was 0.683 for SOBRE, indicating that most of the genetic variation is distributed within species for growth traits and between species for SOBRE. Genetic and phenotypic significant and positive correlations were observed between the DAP and VOL (minimum 0.926; p< 0.01) indicating that selection for the DAP will result in an increase in the VOL. The results indicate that there are genetic variations among Pinus species and provenances of different species for SOBRE and P. oocarpa is most suitable for commercial reforestation in environmental conditions of Assis.
Keywords: Genetic variation; quantitative traits; tree breeding.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.