Scientia Forestalis, volume 46, n. 118
p.271-283, junho de 2018
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v46n118.13

Caracterização morfológica e química da madeira de Schizolobium amazonicum aos 14 anos de plantios no estado de Rondônia

Morphological and chemical characterization of the wood of Schizolobium amazonicum at 14 years of plantations in the state of Rondônia

Karina Soares Modes1
Geraldo Bortoletto Júnior2
Mario Tomazello Filho3
Lourdes Maria Hilgert Santos4
Magnos Alan Vivian5
Francides Gomes da Silva Júnior2

1Professora Doutora do Departamento de Agricultura, Biodiversidade e Florestas. UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina / Centro de Ciências Rurais. Rodovia Ulysses Gaboardi, km 3 - 89.520-000, Curitibanos-SC. E-mail: karina.modes@ufsc.br.
2Professor Associado do Departamento de Ciências Florestais. USP – Universidade de São Paulo / ESALQ – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Av. Padua Dias, 11 – Caixa Postal: 9 - 13418-900 - Piracicaba, SP, Brasil. E-mail: gbjunior@usp.br; fjr@usp.br.
3Professor Titular do Departamento de Ciências Florestais. USP – Universidade de São Paulo / ESALQ – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Av. Padua Dias, 11 – Caixa Postal: 9 - 13418-900 - Piracicaba, SP, Brasil. E-mail: mtomazel@usp.br.
4Mestranda em Ciências Florestais. UFES – Universidade Federal do Espírito Santo / Centro de Ciências Agrárias e Engenharias. Avenida Governador Lindemberg, 316 – 29550000 - Jerônimo Monteiro, ES, Brasil. E-mail: lourdesmaria.engflorestal@yahoo.com.br.
5Professor Doutor de Departamento de Agricultura, Biodiversidade e Florestas. UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Curitibanos. Rod. Ulysses Gaboardi - km 3 - 89520000 - Curitibanos, SC, Brasil. E-mail:  magnosalan@gmail.com.

Recebido em 03/02/2017 - Aceito em 27/07/2017

Resumo

O presente estudo teve o objetivo de verificar a variação radial das características de fibras e vasos e a composição química da madeira de paricá (Schizolobium amazonicum) aos 14 anos, proveniente de duas áreas de florestas plantadas no estado de Rondônia. Foram amostradas 4 árvores de cada plantio e destas removidos discos a 0,60 m do nível do solo para caracterização anatômica de fibras e vasos nas posições 0%, 25%, 50%, 75% e 100% do comprimento do raio, e discos nesta mesma posição e em outras duas, distantes 2,0 m para a caracterização da composição química da madeira. As médias de comprimento de fibras, espessura de parede, largura de fibras e diâmetro de lume foram respectivamente 1,30 mm, 2,80 μm, 31,10 μm e 25,50 μm, sendo que tanto o comprimento como a espessura de parede mostrou estabilização na posição a 75% do raio, para a madeira de ambos os plantios avaliados.  Os vasos apresentaram um diâmetro médio de 194,08 μm, com uma área ocupada de 5,28% e frequência de 1,83 vasos/mm². A composição química média da madeira indicou uma porcentagem de extrativos de 6,65%, teor de holocelulose de 64,71%, lignina total de 28,63% e teor de cinzas de 0,61%. Os parâmetros referentes às fibras não foram influenciados pela proveniência da madeira e tomando-se por base a variação radial dos parâmetros de comprimento e espessura de parede das fibras, já se observa a presença de madeira adulta nesta espécie aos 14 anos nas condições de crescimento avaliadas. A madeira dos plantios avaliados diferenciou-se quanto ao diâmetro de vaso e sua área ocupada, bem como em relação ao teor de cinzas.
Palavras-chave: Paricá; Fibras; Vasos; Holocelulose

Abstract

This study aimed to determine the radial variation of the fiber characteristics and vessels and the chemical composition of parica wood (Schizolobium amazonicum) at age 14 from two planted forests in Rondônia. Four trees were sampled from each plantation and discs removed at 0.60 m up from soil level for anatomical characterization of fibers and vessels at 0%, 25%, 50%, 75% and 100% in the pith-to-bark direction; from discs in this same position and in another two, distant 2.0 m for the characterization of the chemical composition of the wood. The mean fiber length, thickness, width and lumen diameter were respectively 1.30 mm, 2.80 μm, 31.10 μm and 25.50 μm; both the fiber length and thickness showed stabilization at 75% of the pith-to-bark direction for the wood of both evaluated plantations. The vessels had a mean diameter of 194.08 μm, an occupied area and frequency of 5.28% and 1.83 vessels/mm², respectively. The mean chemical composition of the wood indicated a percentage of extractives of 6.65%; holocellulose content of 64.71%; 28.63% of the total lignin and 0.61% of ash content. The parameters related to the fibers were not influenced by the origin of the wood. Based on the radial variation of the parameters of length and wall thickness of the fibers, the presence of mature wood in this species at age 14 was observed under the evaluated growing conditions. The wood of the evaluated plantations differed in the diameter of vessels and its occupied area as well as with respect to ash content.
Keywords: Paricá; Fibers; Vessels; Holocellulose





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.