Scientia Forestalis, volume 44, n. 111
p.691-700, setembro de 2016
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v44n111.15

In vitro rhizogenesis and acclimatization of Peltophorum dubium shoots: effect of adding agar to a WPM/2 medium with vermiculite

Rizogênese e aclimatização in vitro de brotações de canafístula: efeito do ágar em meio WPM/2 com vermiculita

Lia Rejane Silveira Reiniger1
Aline Ritter Curti2
Diego Pascoal Golle3
Aline Ferreira Paim4
Marlove Fátima Brião Muniz5

1Professora associada do Departamento de Fitotecnia. UFSM - Universidade Federal de Santa Maria. Campus Universitário – Camobi - 97105900 - Santa Maria, RS, Brasil. E-mail: liarsr@ufsm.br.
2Doutora em Engenharia Florestal. UFPel - Universidade Federal de Pelotas, Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel. Campus Universitário - 96160000 - Capão do Leão, RS, Brasil. E-mail: alinerittercurti@yahoo.com.br.
3Professor Adjunto. Unicruz - Universidade de Cruz Alta / Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão. Campus Universitário Dr. Ulysses Guimarães. Rodovia Municipal Jacob Della Méa, km 5,6 - Prédio 4, Pró-Reitorias - Parada Benito - 98020290 - Cruz Alta, RS – Brasil. E-mail: diego.golle@gmail.com.
4Doutora em Engenharia Florestal. UFSM - Universidade Federal de Santa Maria. Campus Universitário – Camobi - 97105900 - Santa Maria, RS, Brasil. E-mail: alinepaimal@yahoo.com.br.
5Professora Titular do Departamento de Defesa Fitossanitária. UFSM - Universidade Federal de Santa Maria. Campus Universitário – Camobi - 97105900 - Santa Maria, RS, Brasil. E-mail: marlovemuniz@yahoo.com.br.

Recebido em 23/04/2015 - Aceito para publicação em 02/02/2016

Resumo

A canafístula [ Peltophorum dubium (Sprengel) Taubert] é uma espécie florestal nativa do Brasil dotada de importância ecológica e econômica. Os estudos preliminares sobre a micropropagação da espécie abordaram aspectos do estabelecimento e da multiplicação in vitro e indicaram que a espécie apresenta potencial para essa técnica de propagação assexuada. Em decorrência disso, o presente estudo teve como objetivo avaliar a rizogênese in vitro em brotações de canafístula via micropropagação em diferentes meios de cultivo contendo variações nas concentrações de auxina, sacarose e de ágar, bem como analisar a subsequente aclimatização in vitro das mudas produzidas. A rizogênese foi avaliada em diferentes meios de cultivo, os quais continham 30 cm3 de vermiculita combinados ao meio nutritivo WPM/2 e alterações nas concentrações de sacarose (0, 15 ou 30 g L-1), presença ou ausência de ágar (0 ou 7 g L-1) e de ácido 3-indolbutírico - AIB (0 ou 10 μM), conforme o tratamento. Brotações enraizadas foram transferidas para substrato e submetidas à aclimatização in vitro. Os resultados indicaram que a melhor combinação tanto para a rizogênese (média de 44,43%) quanto para a aclimatização in vitro é aquela que inclui 7 g L-1 de ágar ao meio nutritivo WPM/2, dispensando-se a sacarose e a auxina. Melhor qualidade do sistema radicular em brotações micropropagadas de canafístula e satisfatória sobrevivência das plantas obtidas na aclimatização in vitro provêm do uso de ágar no meio nutritivo WPM/2, combinado com 30 cm3 de vermiculita, na ausência de sacarose e de AIB.
Palavras-chave: Espécie florestal; cultura de tecidos; micropropagação.

Abstract

Peltophorum dubium (Sprengel) Taubert is a forest tree that is native to Brazil and that has ecological and economic importance. Preliminary studies on the micropropagation of the species covered aspects of the in vitro establishment and multiplication and indicated that it has potential for this type of asexual propagation. The present study evaluated the in vitro rhizogenesis of P. dubium shoots via micropropagation on different culture media with different concentrations of sucrose, auxin, and agar and analyzed the subsequent in vitro acclimatization of the plantlets. Rhizogenesis was evaluated on half-strength Woody Plant Medium nutritive medium that contained 30 cm3 vermiculite and different concentrations of sucrose (0, 15, or 30 g·L-1), the auxin indole-3-butyric acid (0 or 10 μM), and agar (0 or 7 g·L-1). Rooting shoots were transferred to a substrate for in vitro acclimatization. The best medium both for rhizogenesis (producing roots in 44.43% of cases); and for in vitro acclimatization contained 7 g·L-1 agar but no sucrose or auxin. The addition of agar to the medium in the absence of sucrose and indole-3-butyric acid resulted in a better quality radicular system in micropropagated shoots of P. dubium and with a satisfactory survival rate of the plantlets during in vitro acclimatization.
Keywords: forest species; tissue culture, micropropagation.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.