Scientia Forestalis, volume 45, n. 114
junho de 2017
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v45n114.15

Influência das variáveis climáticas na produção florestal via modelo 3-PG no Norte de Minas Gerais

Influence of climate variables in forest production via 3-PG model in the northern of Minas Gerais State

Carlos Magno Moreira de Oliveira1
Rafael Coll Delgado2
Emanuel José Gomes de Araújo3
André Quintão de Almeida4
Thais Cristian Rosa5
José Francisco de Oliveira Júnior2

1Professor. IFMG - Instituto Federal do Norte de Minas Gerais. Campus Arinos. Rodovia MG 202, km 407 - Arinos-Buritis – 38680000 - Caixa postal 05 - Arinos, MG, Brasil. E-mail: carlos.moreira@ifnmg.edu.br
2Professor Adjunto no Departamento de Ciências Ambientais. UFRRJ - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro / Instituto de Florestas. Rodovia BR 465, km 07 - 23890000 - Seropédica, RJ, Brasil. E-mail:rafaelcolldelgado32@gmail.com; junior_inpe@hotmail.com
3Professor Adjunto no Departamento de Silvicultura. UFRRJ - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro / Instituto de Florestas, Departamento de Silvicultura. Rodovia BR 465, km 07 - 23890000 - Seropédica, RJ, Brasil. E-mail: ejgaraujo@gmail.com.
4Professor Adjunto do Departamento de Engenharia Agrícola. UFS - Universidade Federal de Sergipe / Centro de Ciências Agrárias Aplicadas. Av. Marechal Rondon, s/n - Jardim Rosa Elze - 49100000 - São Cristóvão, SE, Brasil. E-mail: andre.almeida@ufs.br
5Engenheira Florestal. Vallourec Florestal Ltda. Rua Honduras, 78 - Bairro Léo Batista - 35790-000 – Curvelo, MG, Brasil. E-mail: thais.rosa@vallourec.com

Recebido em 27/04/2016 - Aceito para publicação em 28/03/2017

Resumo

Este trabalho teve por objetivo avaliar a influência das variáveis climáticas sobre a produção de plantios de Eucalyptus spp. na região Norte de Minas Gerais utilizando o modelo ecofisiológico de crescimento 3-PG (Physiological Principles in Predicting Growth). O 3-PG foi executado com base em médias históricas e mensais obtidas pelo INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) e satélite TRMM (Tropical Rainfall Measuring Mission). A correlação linear (Pearson) (r), coeficiente de determinação (R²), erro padrão da estimativa (Syx), eficiência do modelo (EF) e raiz do erro quadrático médio (RMSE) foram utilizados para avaliar as estimativas realizadas pelo modelo 3-PG. As variáveis dendrométricas, diâmetro médio a altura do peito (DAP - cm), altura total (m), volume (m³.ha-1) e incremento médio anual (IMA – m³.ha-1), estimadas pelo 3-PG, com média histórica, apresentaram alta variação, com tendência de subestimativa das variáveis. As estatísticas r e R² apresentaram valores satisfatórios (> 0,60). Porém observou-se que o erro das estimativas tende a ser maior quando se utiliza média histórica. O modelo teve redução da EF de 0,58 para 0,50 para o IMA. Durante janeiro de 2005 a dezembro de 2011 não houve redução da produção, caso as variáveis climáticas tivessem comportamento semelhante às médias históricas. Dentre os moduladores ambientais, observou-se que o teve maior restrição sobre o crescimento das árvores nessa região, seguido do modulador , o que pode estar relacionado às altas temperaturas encontradas na região. A utilização de normais climatológicas mostrou-se adequada para analisar o potencial produtivo de novas áreas para produção de Eucalyptus spp. na região, no entanto deve-se atentar para possíveis variações climáticas que podem reduzir a produção.
Palavras-chave: efeitos climáticos; modelagem ecofisiológica; variáveis dendrométricas.

Abstract

This study aimed to evaluate the influence of climate variables on the production of Eucalyptus spp. plantations in northern Minas Gerais State using the eco-physiological growth model 3-PG (Physiological Principles in Predicting Growth). The 3-PG was performed based on historical and monthly averages by INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) and satellite TRMM (Tropical Rainfall Measuring Mission). The linear correlation (Pearson) (r), the coefficient of determination (R²), standard error of estimate (Syx), model efficiency (EF) and root mean square error (RMSE) were used to evaluate the estimates produced by the model 3-PG. The dendrometric variables, mean diameter at breast height (DBH - cm), total height (m), volume (m³.ha-1) and mean annual increment (MAI - m³.ha-1) estimated by the 3-PG, through historical average showed high variation, with a trend of underestimation of the variables. The r statistics and R² showed satisfactory values (> 0.60). However, it was observed that the error of the estimate tends to be higher when using historical means. The model had reduced EF of 0.58 to 0.50 for the MAI. During January 2005 to December 2011 there was no reduction in production if climatic variables had similar behavior to historical means. Among the environmental modulators, it was observed that had a greater restriction on the growth of trees in this region, followed by the modulator, which may associated the high temperatures encountered in the region. The use of normal climatological situations proved to be appropriate to analyze the productive potential of new areas for production Eucalyptus spp. in the region, however attention must be paid to possible climatic variations that may reduce production.
Keywords: climatic effects; ecophysiological modeling; dendrometric variables.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.