Scientia Forestalis, volume 46, n. 119
p.483-493, setembro de 2018
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v46n119.15

Propriedades termoquímicas de briquetes produzidos com finos de carvão vegetal e resíduos de Pinus spp

Thermochemical properties of briquettes produced from charcoal fine and waste of Pinus spp wood

André Tarcizo de Oliveira Vieira1
Alexandre Miguel do Nascimento2
Azarias Machado de Andrade2
Ananias Francisco Dias Júnior3

1Coordenador de Gestão de Resíduos. CSN – companhia Siderúrgica Nacional. Av. Brig. Faria Lima, 3400 - 04538-132 – São Paulo, SP, Brasil. E-mail: andretarcizo@yahoo.com.br.
2Professor Titular do Departamento de Produtos Florestais. UFRRJ – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro / Instituto de Florestas. Br 465 KM 07 - 23851-970 - Seropedica, RJ, Brasil. E-mail: alexnnasci@gmail.com; azariasmachado@bol.com.br.
3Professor Adjunto do Departamento de Ciências Florestais e da Madeira. UFES - Universidade Federal do Espírito Santo / CCAE - Centro de Ciências Agrárias e de Engenharias. Av. Governador Lindemberg, 316 - 29550000 - Jerônimo Monteiro, ES, Brasi. E-mail: ananiasjr@usp.br.

Recebido em 01/09/2017 - Aceito em 21/03/2018

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar as propriedades termoquímicas de briquetes produzidos com finos de carvão vegetal consorciado com serragem e maravalha de Pinus spp. Os finos foram classificados em duas granulometrias (<5 mm>), misturada com amido de milho gelatinizado a 8% como aglutinante e com resíduos de Pinus nas proporções de 5, 10, 15 e 20%. As composições foram compactadas sob pressão de 5,5 MPa em uma briquetadeira de pistão. Para avaliação dos briquetes, foram realizadas a análise imediata, determinação da composição elementar e poder calorífico superior para a determinação das propriedades termoquímicas. Observou-se que aumentos das proporções de resíduos de Pinus spp na composição dos briquetes foram acompanhados pela elevação dos teores de matérias voláteis. Os teores de cinzas dos briquetes não foram afetados pelo tipo de resíduo (serragem ou maravalha). Os briquetes com os maiores teores de carbono fixo e poder calorífico superior foram produzidos com as duas menores proporções de resíduos de Pinus spp (5% e 10%) e com finos de carvão vegetal com granulometria média acima de 5 mm. É tecnicamente viável a utilização de finos de carvão vegetal com serragem ou maravalha de Pinus spp para a produção de briquetes com boas propriedades termoquímicas.
Palavras-chave: briquetagem; bioenergia; aproveitamento de resíduos florestais.

Abstract

The objective of this study was to evaluate the thermochemical properties of briquettes produced from charcoal fines mixed with sawdust and wood shavings of Pinus spp. The obtained charcoal fines were classified in two granulometries (<5 mm>), mixed with 8% gelatinized maize starch used as binder and with Pinus wastes in the proportions of 5, 10, 15 and 20%.The compositions were densified under pressure of 5.5 MPa in a piston compactor.The immediate analysis, determination of the elemental composition and high calorific value for the determination of the thermochemical properties. It was observed that increases in the proportions of Pinus spp residues in the briquettes composition were accompanied by increases in volatile matter contents. The ash contents of the briquettes were not affected by the type of residue (sawdust or shavings). Briquettes with the highest fixed carbon content and higher calorific value were produced with the two lowest proportions of residues of Pinus spp (5% and 10%) and charcoal with average particle size above 5 mm. It is possible to use charcoal fines with sawdust or Pinus spp, for the production of briquettes with good thermochemical properties.
Keywords: briquetting; bioenergy; use of forest residues.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.