Scientia Forestalis, volume 43, n. 107
p.657-663, setembro de 2015

Evaluation of efficiency and contamination rates of different controlled pollination methods in Eucalyptus

Avaliação da eficiência e taxa de contaminação de diferentes métodos de polinização controlada em Eucalyptus

César Augusto Valencise Bonine1
Maria Cecília Perantoni Fuchs2
Celso Luis Marino2

1Gerente de Biotecnologia. Fibria Celulose SA. Rod. Gen Euryale de Jesus Zerbini, Km 84 - SP66, São Silvestre - 12340-010 - Jacareí, SP. E-mail: cesar.bonine@fibria.com.br.
2Doutor(a). Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” / Instituto de Biociências, Departamento de Genética. Caixa Postal 510 - Distrito de Rubião Júnior, S/N - 18618000 - Botucatu, SP. E-mail: mceciliapf@yahoo.com.br; clmarino@ibb.unesp.br.

Recebido em 23/09/2014 - Aceito para publicação em 31/03/2015

Resumo

O eucalipto é uma essência florestal muito utilizada para a produção de diversos tipos de produtos. A polinização controlada é um método empregado em programas de melhoramento que pode conferir resultados na primeira geração para caracteres desejados, como por exemplo, crescimento e produtividade. Na procura por redução de custos e melhora na eficiência, pesquisas sobre diferentes técnicas de polinização controlada são necessárias. O objetivo deste trabalho foi comparar quatro diferentes métodos de polinização controlada (convencional; one-stop pollination - OSP; OSP com saturação de pólen - OSPPS; e OSP com utilização de inseticida - OSPI) em relação à contaminação por pólen exógeno, ao percentual de retenção da cápsula e rendimento operacional. A taxa de retenção da cápsula e o rendimento operacional foram estatisticamente analisados e as análises de contaminações foram realizadas por meio de marcadores microssatélites. Todos os métodos mostraram-se eficiêncientes para evitar a contaminação por pólen exógeno. A polinização controlada convencional e a OSPPS tiveram os melhores percentuais de retenção da cápsula. Os métodos OSPPS e OSPI demonstraram os melhores resultados para no rendimento operacional.  De acordo com nossos resultados, o método OSPPS seria o mais recomendado, pois apresentou melhores resultados em todas as avaliações.
Palavras-chave: Polinização controlada, contaminação do pólen, marcadores microssatélites, rendimento operacional.

Abstract

Eucalypts are widely used to produce various kinds of products. Controlled pollination methods used in breeding programs can produce desirable characteristics, such as growth and productivity, in the first generation. Considering the continuing need for cost reduction and improved efficiency, research on the various controlled pollination techniques is needed. The objective of this study was to compare four different techniques of controlled pollination (conventional; one-stop pollination - OSP; OSP with pollen saturation - OSPPS; and OSP with insecticide - OSPI) in terms of pollen contamination, percentage of capsule retention, and operational performance. Capsule retention and operational performance were analyzed statistically and contamination analyses were performed using microsatellite markers. All tested pollination methods proved efficient in avoiding contamination. The conventional controlled pollination and the OSPPS had the highest percentage of capsule retention. The OSPPS and OSPI methods obtained better results for operational performance compared to conventional controlled pollination and OSP. Based on our results, the OSPPS method is recommended because it produced the best results for all evaluated parameters.
Keywords: Controlled pollination, pollen contamination, microsatelites markers, operational performance.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.