Scientia Forestalis, volume 44, n. 109
p.175-180, março de 2016
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v44n109.17

Propriedades mecânicas de painéis produzidos com lascas de madeira em três diferentes comprimentos

Mechanical properties of wood panels produced with wood strands with three different lengths

Emanoele Maria Santos Chiromito1
Cristiane Inácio de Campos2
Bruno Santos Ferreira3
André Luis Christoforo4
Francisco Antonio Rocco Lahr5

1Mestranda em Ciências e Engenharia de Materiais.  USP – Universidade de São Paulo / EESC – Escola de Engenharia de São Carlos. Avenida Trabalhador são-carlense, 400 - 13566-590 - São Carlos, SP, Brasil. E-mail: emanoelechiromito@usp.br
2Professor assistente. UNESP - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho / Unidade Diferenciada de Itapeva. Rua Geraldo Alckimin, n. 519 - V. Nossa Senhora de Fátima - 18409-010 - Itapeva, SP, Brasil. E-mail: cristiane@itapeva.unesp.br
3Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica. UNESP – Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho / FEG – Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá. Av. Ariberto Pereira da Cunha, 333 - 12.516-10 – Guaratinguetá, SP, Brasil. Email: brunosferreira@gmail.com
4Professor Adjunto do Departamento de Engenharia Civil. UFSCar - Universidade Federal de São Carlos. Rodovia Washington Luís, km 235 - 36307352 - São Carlos, SP, Brasil. E-mail: christoforoal@yahoo.com.br
5Professor Titular do Departamento de Engenharia de Estruturas. USP – Universidade de São Paulo / EESC – Escola de Engenharia de São Carlos. Avenida Trabalhador são-carlense, 400 - 13566-590 - São Carlos, SP, Brasil. E-mail: frocco@sc.usp.br

Recebido em 13/05/2015 - Aceito para publicação em 12/08/2015

Resumo

O desenvolvimento da tecnologia na produção de painéis e o aumento da demanda por estes produtos, aliado ao encarecimento da madeira maciça de grandes dimensões, contribuíram por motivar o desenvolvimento da indústria de produtos engenheirados de madeira. A partir desta tendência do mercado madeireiro é que se definiu o objetivo do presente trabalho, que consistiu em avaliar as propriedades mecânicas de painéis de partículas orientadas OSB (Oriented Strand Board), OSL (Oriented Strand Lumber) e LSL (Laminated Strand Lumber), produzidos com madeira de Pinus taeda e resina poliuretana à base de óleo de mamona, avaliando-se a influência do comprimento das lascas (inerentes a cada tipo de painel) nas propriedades de rigidez e de resistência. Os ensaios de flexão foram realizados segundo as normas EN 310-2000 e ASTM D 198-09, para a determinação do módulo de elasticidade (MOE) e do módulo de ruptura (MOR) dos três tipos de painéis avaliados. Os resultados do MOE e do MOR, para os três tipos de painéis, atenderam aos requisitos mínimos da norma EN 310-200, e o aumento do comprimento das lascas influenciou positivamente, de forma significativa, nestas propriedades, apresentando os painéis LSL os melhores resultados, seguidos dos painéis OSL e OSB, respectivamente.
Palavras-chave: Módulo de elasticidade; módulo de ruptura; Pinus taeda; painéis estruturais.

Abstract

The development of technology in panel production and the increased demand for these products, coupled with the increased cost of solid wood with large dimensions, led to the development of engineered wood products industry. Because of this, the aim of this research was to evaluate mechanical properties in static bending of Oriented Strand Board (OSB), Oriented Strand Lumber (OSL) and Laminated Strand Lumber (LSL), produced with Pinus taeda wood and castor oil based polyurethane resin. The influence of the strand lengths (inherent in each type of panel) in its properties of strength and stiffness was evaluated. Bending test was carried out according to EN 310-2000 and ASTM D 198-09 standards for determining the modulus of elasticity and modulus of rupture of the three types of panels. The results of strength (MOR) and stiffness (MOE) in bending for the three types of panels met the minimum requirements of EN 310-2000 standard, and the increase in the length of the strands influenced positively and significantly these properties. LSL panels presented the best results, followed by the OSL and OSB panels, respectively.
Keywords: Modulus of elasticity; modulus of rupture; Pinus taeda; structural panels





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.