Scientia Forestalis, volume 44, n. 110
p.487-496, junho de 2016
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v44n110.21

Utilização da madeira de Cryptomeria japonica para produção de painéis de partículas orientadas (OSB)

Use of Cryptomeria japonica  wood for oriented strand board production (OSB)

Rosilani Trianoski1
Setsuo Iwakiri1
Daniel Chies2

1Professor(a) Adjunto(a) do Departamento de Engenharia e Tecnologia Florestal. UFPR - Universidade Federal do Paraná. Av. Lothário Meissner 632 - Jardim Botânico - 80210170 - Curitiba, PR, Brasil. E-mail: rosillani@gmail.com.
2Engenheiro Florestal, Mestre em Engenharia Florestal. Madem Reels Group. Rod RSC 470 Km 223.82 - Caixa Postal 206 – 95720-000 - Garibaldi, RS, Brasil. 95720-.000. Email: daniel@madem.com.br

Recebido em 20/07/2015 - Aceito para publicação em 16/12/2015

Resumo

Estudos relativos ao potencial tecnológico de novas espécies, bem como aos parâmetros do processo produtivo no setor de painéis de madeira são fundamentais, tendo em vista a importância deste segmento. Neste sentido, o objetivo deste trabalho foi avaliar a viabilidade de utilização da Cryptomeria japonica para a produção de painéis de partículas orientadas, assim como, estudar os efeitos da massa específica do painel, teor de resina e composição das camadas sobre a qualidade do produto final. Foram produzidos 8 tratamentos em um delineamento inteiramente casualizado, com arranjo fatorial (2×2×2), cujos fatores foram: massa especifica nominal (0,60 e 0,70 g/cm3), teor de resina fenol formaldeído (4% e 6%) e composição percentual das camadas (20-60-20 e 30-40-30). Os painéis foram prensados com temperatura de 180°C, pressão de 4 MPa, e tempo de 8 minutos. Os resultados indicaram que os painéis produzidos com esta espécie, e com os parâmetros citados, possuem estabilidade dimensional e propriedades mecânicas satisfatórias, de acordo com os requisitos mínimos da norma européia EN 300, para painéis OSB com diferentes utilizações, não estruturais e estruturais, e em condições secas e úmidas. Concluiu-se que a madeira de Cryptomeria japonica apresenta viabilidade técnica para a produção de painéis OSB; o aumento da massa específica dos painéis contribuiu para a melhoria da estabilidade dimensional e das propriedades mecânicas; o teor de resina não exerceu grande influência sobre as propriedades; e a composição das camadas 20-60-20 gerou maior balanceamento das propriedades de flexão.
Palavras-chave: Painéis de madeira, EN 300, fenol-formaldeido.

Abstract

Studies on the technological potential of new species, and the parameters of the production process in the wood panel industry, are critical in view the importance of this segment. In this context, the objective this study was to evaluate the feasibility of using the Cryptomeria japonica for oriented strand board  production, as well as, study the effects of panel density, resin content and composition of the layers on the quality of the final product. Eigth treatments were produced in a completely randomized design, with factorial arrangement (2×2×2), whose factors were nominal density (0.60 and 0.70 g/cm3), phenol formaldehyde resin content (4% and 6%), and percentage composition of the layers (20-60-20 and 30-40-30). The panels were pressed at 180°C of temperature, 4 MPa of pressure and 8 minutes time. The results showed that panels produced with this specie and with the parameters mentioned have satisfactory dimensional stability and mechanical properties in accordance with the minimum requirements of European Standard EN 300 for OSB panels with different uses, non-structural and structural, and in dry and humid conditions. It was concluded that wood Cryptomeria japonica presented technical feasibility for OSB production; increasing the density of the panels contributed to improving the dimensional stability and mechanical properties; the resin content not exercised great influence on the properties; and the composition of the layers 20-60-20 generated greater balancing of bending properties.
Keywords: Wood panels, EN 300, phenol-formaldehyde.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.