Série Técnica IPEF - Edição Nº 40 (julho de 2015)

Anais do VII Workshop em Melhoramento Florestal
De 04 a 06 de novembro de 2014, Piracicaba, São Paulo, Brasil
Aline Cristina Miranda Fernandes - IPEF
Paulo Henrique Muller da Silva - IPEF
Prof. Mario Luiz Teixeira de Moraes - FEIS/UNESP
João Carlos Teixeira Mendes - ESALQ/USP

Apresentação

Os plantios florestais com eucalipto no Brasil tem se expandido de forma acelerada nos últimos anos, por apresentar maior diversidade de uso, adaptação a diferentes ambientes, rápido crescimento, maior desenvolvimento tecnológico e retorno econômico quando comparado com outras espécies florestais. Estas características permitiram o avanço dos plantios em direção às regiões consideradas novas fronteiras do setor. A interação dentro das áreas do melhoramento e entre as áreas do setor florestal é essencial em função do avanço dos plantios e por vários fatores de redução da produtividade, como pragas, doenças e estresses abióticos.

O workshop é uma grande oportunidade de atualização e interação entre empresas, pesquisadores, professores e alunos (futuros especialistas). O debate de temas atuais e importantes para o desenvolvimento das florestas, apresentados na forma de palestras e painéis, por especialistas de renome no setor: painel I – Conservação e Melhoramento: o resgate do gênero eucalipto para a conservação das populações base das diferentes espécies existentes no Brasil é imprescindível para o futuro do melhoramento florestal; painel II – Biotecnologia: as ferramentas biotecnológicas vêm permitindo um avanço na identificação de genes promissores e visa à redução do tempo da seleção de genótipos em campo; painel III – Genética Quantitativa: permite a seleção direcionada auxiliando para o avanço dos programas de melhoramento, gerando ganhos genéticos e permitindo a evolução do programa por meio das estratégias e métodos de melhoramento; painel IV – Polinização e Hibridação: as combinações genéticas por meios das hibridações em pomares de polinização ganham novos conceitos que estão possibilitando maior eficiência das polinizações, a variabilidade existente entre as espécies de eucalipto é a principal fonte de características, para a combinação dos cruzamentos e geração de híbridos potenciais.

A visita de campo possibilita apresentação do histórico do melhoramento florestal e a evolução da produtividade, por meio da seleção de progênies e procedências introduzidas no passado.

Diante da relevância dos temas abordados para o setor e a contribuição do melhoramento genético para o desenvolvimento das florestas, fica evidente a importância dos projetos de pesquisa e integração.

Aline Cristina Miranda Fernandes
Coordenadora Técnica
Programa Cooperativo sobre Melhoramento Florestal (PCMF)

Download

Série Técnica IPEF
v. 19, n. 40, p. 01-72, julho, 2015
Arquivo PDF - 744kb




Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.