Série Técnica IPEF - Edição Nº 45 (julho de 2016)

Anais da 50ª Reunião Técnico-Científica do Programa Cooperativo sobre Silvicultura e Manejo
“Qualidade das atividades silviculturais e silvicultura de precisão”
Dias 12 e 13 de novembro de 2014
Três Lagoas, Mato Grosso do Sul, Brasil

Eduardo Sereguin Cabral de Melo – Asia Pulp and Paper
Rodrigo Eiji Hakamada - ESALQ/USP
José Carlos Arthur Junior - UFRRJ
José Henrique Bazani - 4tree Agroflorestal
José Henrique Tertulino Rocha – ESALQ/USP
José Leonardo de Moraes Gonçalves – ESALQ/USP

Apresentação

O controle de qualidade é, talvez, uma das mais importantes ferramentas para a melhoria contínua dos processos florestais. Com a utilização desta ferramenta de gestão, é possível identificar, quantificar e prever potenciais perdas envolvidas com as atividades florestais e, com isso, propor melhorias. Associado ao controle de qualidade, ferramentas de silvicultura de precisão permitem maior controle e menores perdas nos processos, resultando em diminuição de custos e otimização de insumos. Por estes motivos, os temas são cada vez mais explorados pelas empresas florestais brasileiras.

A 50ª Reunião técnico científica do Programa Cooperativo sobre Silvicultura e Manejo, realizada entre os dias 12 e 13 de novembro de 2014 na cidade de Três Lagoas-MS teve como tema a qualidade das atividades silviculturais e silvicultura de precisão. Durante o evento, foram apresentadas as metodologias utilizadas para a realização do controle de qualidade e a introdução de novas tecnologias associadas à silvicultura de precisão. Notou-se variação na abordagem e aplicações do controle de qualidade dentro das empresas florestais, enquanto que a silvicultura de precisão mostrou-se um campo que ainda necessita aprimoramento, visto às particularidades do setor florestal quando comparado à agricultura tradicional. Ainda assim, algumas tecnologias já começam a ganhar destaque.

A Eldorado Brasil Celulose, anfitriã da reunião, apresentou engajamento no desenvolvimento e intensificação da mecanização e automação de suas atividades. Frente às inovações, enfatizou a importância do bom desempenho operacional, garantido por dados e informações obtidas a partir de ferramentas de gestão como o controle de qualidade.

Dentre os pontos abordados, merece destaque a mudança de postura quanto aos dados coletados durante o controle de qualidade. A utilização desta ferramenta tem por objetivo a otimização de recursos e redução de perdas em processos e produtividade das florestas. Por isso, deve ser realizado juntamente com as atividades florestais, permitindo correções e mitigação de perdas.

As principais ferramentas de silvicultura de precisão utilizadas são controladores de vazão para aplicação de insumos, GNSS (Global Navigation Satellite System) e Veículos Aéreos Não Tripulados (VANT’s), em diferentes estágios de adequação e utilização na área florestal. Todos utilizados para a otimização de recursos.

Sob o intuito de promover o desenvolvimento e fortalecimento do setor florestal brasileiro, o PTSM mantém a divulgação dos principais resultados e informações oriundos de suas reuniões técnicas, desta vez abordando os temas de controle de qualidade e silvicultura de precisão. Com isso, o PTSM e suas empresas associadas reafirmam sua posição na vanguarda do desenvolvimento silvicultural brasileiro.

Download

Série Técnica IPEF
v. 24, n. 45, p. 1-62, julho de 2016
Arquivo completo - 9.237kb

Desafios e oportunidades para a silvicultura de precisão: uma síntese do congresso brasileiro de agricultura de precisão de 2014 (257kb)
Eduardo Aparecido Sereguin Cabral de Melo

Qualidade silvicultural: a fertilização de base e sua influência no desenvolvimento inicial de plantações de eucalipto (534kb)
José Henrique Bazani; Guilherme Zaghi Borges Batistuzzo; Ana Rosária Sclifó Zucon; Maurício Reynaldo Prieto; José Leonardo de Moraes Gonçalves; José Henrique Tertulino Rocha; Eduardo Sereguin Aparecido Cabral de Melo

Controle de qualidade das práticas silviculturais (1.195kb)
Celso Trindade; Eduardo Aparecido Sereguin Cabral de Melo

Calidad operacional y Silvicultura de precisión en Montes del Plata (1.732kb)
Santiago Ferrando

A qualidade de mudas clonais de Eucalyptus urophylla x E. grandis impacta o aproveitamento final de mudas, a sobrevivência e o crescimento inicial (753kb)
Gabriela Gonçalves Moreira; Cristiane Camargo Zani de Lemos; Rodrigo Eiji Hakamada; Renato Meulman Leite da Silva; Gabriela Trindade Pires

Controle de qualidade florestal na Eldorado Brasil S.A. (1.710kb)
Luiz Henrique Terezan; Márcio Bernardi; Andressa Ignez Garcia da Silva

Qualidade das atividades silviculturais e silvicultura de precisão (1.512kb)
Luiz Felipe de Castro Galizia; Glodoaldo Arantes Ramiro; Cirineu Jose de Carvalho Rosa

Mecanização e silvicultura de precisão na Eldorado (2.932kb)
César Gomes Vieira; Gilton Vitor Dornelas; João de Deus Junior; João Flavio da Silva; Michel Pinto Borges; Valdemir Brunheroto; Vinicius Evangelista Silva

Controle de qualidade das atividades silviculturais e silvicultura de precisão: ferramentas para gestão eficiente e aumento da produtividade madeireira (197kb)
Eduardo Aparecido Sereguin Cabral de Melo; Rodrigo Eiji Hakamada; José Carlos Arthur Junior; José Henrique Bazani; José Henrique Tertulino Rocha; José Leonardo de Moraes Gonçalves




Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.