Scientia Forestalis, volume 46, n. 120
p.551-561, dezembro de 2018
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v46n120.04

Regressão não linear quantílica para classificação de sítio em povoamentos de Eucalyptus sp.

Non-linear quantile regression for site classification in Eucalyptus sp stands

Carlos Juliano Santos1
Cláudio Roberto Thiersch1
Monica Fabiana Bento Moreira2

1Departamento de Ciências Ambientais, Universidade Federal de São Carlos – UFSCar. Sorocaba / SP. E-mail: juliano@kotab.com.br
2Departamento de Administração, Universidade Federal de São Carlos – UFSCar. Sorocaba / SP.

Recebido em 03/05/2017 - Aceito em 02/05/2018

Resumo

A capacidade produtiva é estimada convencionalmente por meio de curvas de sítio calculadas de forma anamórfica ou polimórfica, contudo, estas curvas possuem algumas limitações. Devido a estas limitações, o objetivo deste trabalho foi avaliar a criação de curvas de crescimento para classificação de sítio pelo método de regressão não linear quantílica e compará-las com as curvas geradas pelo método da diferença algébrica. A base de dados foi coletada em duas mesorregiões do estado de São Paulo (Macro Metropolitana Paulista e Bauru), com 460 medições em 98 parcelas com períodos distintos em Eucalyptus sp. As curvas de sítio foram ajustadas segundo modelo de Chapman-Richards pelo método de diferença algébrica para curvas anamórficas e polimórficas e regressão não linear quantílica (RNLQ).  Os resultados permitiram concluir que as curvas de sítio ajustadas pelo método da RNLQ são superiores às curvas geradas pelo método da diferença algébrica.
Palavras-chave: curvas de crescimento; índice de sítio; curvas anamórficas; curvas polimórficas.

Abstract

Productive capacity of trees is conventionally estimated by calculated anamorphic or polymorphic site curves; however, these curves have some limitations. Due to these limitations, the objective of this work was to evaluate the creation of growth curves for site classification by the nonlinear quantile regression method and to compare them with the curves generated by the algebraic difference method. The database was collected in two regions of the state of São Paulo (Paulista and Bauru Metropolitan Macro), with 460 measurements in 98 plots with distinct periods in Eucalyptus sp. The site curves were adjusted according to the Chapman-Richards model using the algebraic difference method for anamorphic and polymorphic curves and nonlinear quantum regression (RNLQ). The results of this work allowed us to conclude that the site curves adjusted by the RNLQ method are superior to the curves generated by the algebraic difference method.
Keywords: growth curves; site index, anamorphic curves; polymorphic curves.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.