Scientia Forestalis, volume 46, n. 120
p.582-593, dezembro de 2018
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v46n120.07

Influência da época de plantio no crescimento em altura e na intensidade da ferrugem em monoprogênies e clones de Eucalyptus urograndis

Planting season influence in height growth and on rust intensity in monoprogenies and clones of Eucalyptus urograndis

Fernanda Maria Abilio1
José Raimundo Passos2
Cristiano Bueno de Moraes2
Edson Luiz Furtado3

1Eucatex Indústria e Comércio. São Paulo / SP, Brasil. E-mail: fernanda.abilio@hotmail.com
2Faculdade De Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – Unesp. Botucatu / SP, Brasil.
3Universidade Federal de Tocantins - UFT. Gurupi / TO, Brasil.

Recebido em 27/12/2017 - Aceito em 02/05/2018

Resumo

A ferrugem está entre as principais doenças que podem afetar a disponibilidade de madeira e os custos de produção do eucalipto. O melhoramento genético para resistência à doença e o estudo do crescimento das plantas em distintas épocas de plantio e locais, são estratégias silviculturais que podem agregar na diminuição dos danos. O objetivo foi avaliar a resistência à ferrugem e o crescimento inicial em altura de monoprogênies e clones de eucalipto por método de propagação e genótipo em diferentes épocas de plantio. Foram instalados dois experimentos no município de Avaré/SP, no verão e inverno, para comparação de incidências e severidade da ferrugem até 18 meses de idade, em diferentes épocas de plantio. O crescimento inicial em altura foi medido aos 150 e 360 dias após o plantio e calculado o incremento em altura e coeficiente de variação. Foi utilizado o delineamento estatístico em blocos casualisados, com duas monoprogênies e dois clones de E. grandis x E. urophylla, quatro repetições e 300 plantas por parcela. O plantio no inverno apresentou as menores incidências de ferrugem e altura 31,17% maior comparada ao verão. Os métodos de propagação clonal e monoprogênie não apresentaram diferenças estatísticas na incidência de ferrugem e a monoprogênie apresentou altura -13,62% em relação ao clonal aos 360 dias, os genótipos mantiveram as mesmas características de suscetibilidade ao fungo que seus genitores e não houve diferenças significativas para altura. O plantio no inverno é uma estratégia de “escape” à ferrugem e para maior crescimento inicial do Eucalyptus urograndis, e o método de propagação clonal é uma alternativa para áreas com presença de ferrugem.
Palavras-chave: Clone, crescimento inicial, eucalipto, melhoramento florestal, monoprogênie, Puccinia psidii.

Abstract

Rust is among the main diseases which may affect the wood availability and production cost of eucalyptus plantations. Eucalyptus genetic improvement for resistance to rust and plant growth study in different planting seasons and sites are silvicultural strategies which may reduce damage. The aim of this study was to evaluate the resistance to rust and the initial height growth of eucalyptus monoprogenies and clones by breeding method and genotype in different planting season. Two experiments were established in the county of Avare/SP in Summer and Winter to evaluate the rust incidence and severity in plants up to 18 months old in different planting seasons. The initial growing in plant height was measured on the 150th and 360th day after planting and calculated the height increment and the coefficient of variation. The statistical design was randomized blocks with two monoprogenies and two hybrid clones of E. grandis x E. urophylla, four replications and 300 plants per plot. The winter planting presented the lowest incidence to rust and was 31.17% higher than summer planting. The monoprogenies and clones by breeding method did not present statistical differences in the incidence of rust and the monoprogeny’s height on the 360th day was - 13.62% compared to clonal; the genotypes maintained the same characteristics for susceptibility to fungus as their parents and there were no significant differences in height. Winter planting is a management practice for escaping to rust and to achieve a better initial growth of Eucalyptus urophylla x E. grandis, and the clones are an alternative in areas with rust incidence.
Keywords: Clone, eucalyptus, forest improvement, initial growth, monoprogenie, Puccinia psidii.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.