Scientia Forestalis, volume 44, n. 109
p.129-136, março de 2016
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v44n109.12

Potencial de utilização da madeira de Sclerolobium paniculatum, Myracrodruon urundeuva e Amburana cearensis  para produção de compensados

Potential use Sclerolobium paniculatum, Myracrodruon urundeuva and  Amburana cearensis  wood for plywood production

Fernando Jesus Nogara Lisboa1
Íngrid Luz Guimarães1
José Benedito Guimarães Junior2
Rafael Farinassi Mendes3
Lourival Marin Mendes4
Thiago de Paula Protásio5

1Graduando(a) em Engenharia Florestal. UFG - Universidade Federal de Goiás – Regional Jataí – Cx Postal 3 - 75801-615 – Jataí, GO, Brasil. E-mail: fernogara@hotmail.com; ingrid_2507@hotmail.com
2Professor Doutor do Departamento de Engenharia Florestal. UFG - Universidade Federal de Goiás – Regional Jataí – Cx Postal 3 - 75801-615 – Jataí, GO, Brasil. E-mail: jbguimaraesjr@hotmail.com
3Professor Doutor do Departamento de Engenharia. UFLA - Universidade Federal de Lavras - Caixa Postal 3037 - 37200-000, Lavras, MG,  Brasil. E-mail: rafael_farinassi@hotmail.com
4Professor Doutor do Departamento de Ciências Florestais. UFLA - Universidade Federal de Lavras - Caixa Postal 3037 - 37200-000, Lavras, MG,  Brasil. E-mail: lourival@ufla.br
5Professor Mestre do Curso de Engenharia Florestal. UFG - Universidade Federal de Goiás – Regional Jataí – Cx Postal 3 - 75801-615 – Jataí, GO, Brasil. E-mail: depaulaprotasio@gmail.com

Recebido em 03/03/2015 - Aceito para publicação em 12/08/2015

Resumo

Objetivou-se, com o presente trabalho, avaliar o potencial de madeira de Sclerolobium paniculatum, Myracrodruon urundeuva e Amburana cearensis, para a produção de painéis compensados, comparando-as com painéis produzidos de Pinus oocarpa. O delineamento experimental utilizado foi um DIC constituído por 4 tratamentos (espécies) e 3 repetições (painéis) produzidos com 5 lâminas e adesivo fenol-formaldeído com gramatura de 270 g/m². As propriedades físicas avaliadas foram umidade, densidade aparente e absorção total de água, enquanto as propriedades mecânicas estudadas foram: flexão estática na direção paralela e perpendicular a grã da capa e cisalhamento da linha de cola, sendo todos os testes realizados de acordo com as especificações descritas na norma NBR 31:000.05-001/2 (2001). Observou-se aumento da densidade aparente dos painéis com o acréscimo da densidade básica da madeira. Para absorção total de água, a Amburana cearensis e a Myracrodruon urundeuva obtiveram valores inferiores a 30%. Os painéis avaliados atenderam as normas europeias quanto às propriedades de flexão estática (MOE e MOR) e cisalhamento na linha de cola. Observou-se ainda que, com exceção do MOE, as espécies estudadas apresentaram propriedades físicas e mecânicas superiores aos painéis de Pinus oocarpa.
Palavras-chave: Propriedades físico-mecânicas, cerrado, painéis

Abstract

The aim of the present study was to evaluate the physical and mechanical properties of plywood produced from Sclerolobium paniculatum, Myracrodruon urundeuva and Amburana cearensis wood, comparing them with Pinus oocarpa plywood. Five blades of plywood were produced with phenol formaldehyde adhesive with spread amounts of 270 g/m². The physical properties were moisture, apparent density and total absorption of water. The mechanical properties studied were static bending in the direction parallel and perpendicular, and glue line shear strength , with all tests conducted according to specifications described in ABNT 31: 000.05-001 / 2 (2001). The increase in apparent density of the panels with the addition of basic wood density was observed. For total water absorption, Amburana cearensis and Myracrodruon urundeuva yielded values below 30%. The evaluated panels met European standards for the static bending properties (MOE and MOR) and glue line shear strength tests. It was also observed that, except for the MOE, the species showed physical and mechanical properties superior to those of Pinus oocarpa panels.
Keywords: Physical and mechanical properties, Cerrado, panels.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.