Dados da Espécie

Especificações Gerais
Familia: Meliaceae
Nome Científico: Swietenia macrophylla King.
Nomes Comuns: mogno, aguano, araputanga, cedro í, mogno brasileiro, cedrorana . PORTO RICO: caoba das honduras; GUATEMALA: chacalte; COLOMBIA: caoba americana; EUA: mahogany, brazilian mahogany; FRANÇA: acajou amerique.
Crescimento: árvore
Grupo Ecológico: oportunisat
Ocorrência: floresta amazônica
Distribuição Geográfica: AC AM GO MG PA TO
Dispersão: anemocoria
Polinização: desconhecida
Floração: NOV DEZ JAN AGO SET
Frutificação: JUL AGO SET OUT NOV

Utilização
Utilizada para: Arborização Urbana
Madeira Nobre

Dados do Caule
Tipo de Copa: cilíndrica
Tipo de Estrutura: raízes tabulares basais
Densidade da Madeira: 0,63
Observações: Casca pardo-avermelhada; interna rosa a vermelha. Árvore 24-30m x 50-80cm podendo chegar a 50m x 200cm, podendo fornecer fuste de 20-27 m.

Dados da Flor
Forma da Flor: rotata
Número de Pétalas: 5
Tamanho da Flor: 0,9
Cor: brancas
Estrutura: cacho
Tipo: Inflorescencia
Sexual: cacho
Observações: Panícula de 10 a 20 cm, glabras. Flores diclamídeas, aromáticas, pedicelo curto, até 12,5mm de comprimento. 10 estames, anteras longas XXXXX.

Dados da Folha
Estrutura: paripinada
Tipo: Composta
Forma da Folha: ovalada
Tamanho da Folha: 35
Inserção: espiralada
Consistência: coriácea
Contem:
Observações: Folhas glabras. 8-10 folíolos opostos, cada um 3,5-6cm x 7-15cm de comprimento. Pecíolo 7-9cm. Árvore jovem apresenta mais folíolos. Planta semi-decídua ou decídua, heliófila. Plântulas consideradas dependentes de clareiras.

Dados do Fruto
Tipo do Fruto: cápsula
Estrutura: Seco
Cor do Fruto: marrom
Tamanho: 1,7
Deiscencia: sim
Observações: Cápsula septicida, lenhosa, parede espessa e pesada.

Dados sobre Pragas e Doenças
Descrição da Doença: Dentre as meliáceas importantes, o mogno é relativamente a mais resistente ao ataque de Hypsipyla grandella, comparado ao cedro.Os métodos silviculturais para minimizar a incidência de pragas, como plantios em vegetação matricial com baixa densidade, plantios mistos, etc., são os melhores para esta espécie com outras da família Meliaceae.

Dados das Sementes
Forma da Semente: asa
Cor da Semente: vermelho-pardacento
Tamanho: 13
Observações: Sementes numerosas, achatadas com núcleo seminífero basal.

Técnicas em Viveiro
Beneficiamento: Colher os frutos diretamente da árvore quando iniciarem a abertura espontânea. Em seguida levá-los ao sol para completar a abertura e liberação das sementes; é conveniente remover sua asa para reduzir o volume e facilitar uma cobertura mais homogênea no canteiro.
Sementes por Kilo: 2300
Quebra da Dormência: Colocar as sementes para germinar logo que colhidas, em canteiros ou diretamente em recipientes
Quebra Câmara: 12 meses
Condução: sombreado
Tolerância: sim. 4-5 meses após a germinação.
Plantio: Para produção madeireira os plantios mistos XXXXXX
Conservação: Pouco ameaçada.

Bibliografia
PRANCE, G.T. & SILVA, M.F.. Árvores de Manaus. Manaus: INPA. 1975. 312p.

KANASHIRO, M. & YARED, J.A.G. experiência com plantios florestais na Bacia Amazônica. In: O desafio das florestas neotropicais. Curitiba. Abril. 1991.

GERHARDT, K. 1994.




Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.