Scientia Forestalis, volume 45, n. 114
junho de 2017
DOI: dx.doi.org/10.18671/scifor.v45n114.09

Classificação de clones de Eucalyptus por meio da relação siringil/guaiacil e das características de crescimento para uso energético

Classification of Eucalyptus clones by the ratio syringyl/guaiacyl and growth characteristics for energy use

Thiago de Paula Protásio1
Paulo Fernando Trugilho2
Ana Clara Caxito de Araújo3
Thomaz Aurélio Bastos4
Sebastião Carlos da Silva Rosado2
Jefferson Fernando Naves Pinto5

1Professor Adjunto do Curso de Engenharia Florestal. Universidade Federal Rural da Amazônia, Câmpus de Parauapebas, PA 275, Km 13, Zona Rural, Caixa Postal 3017, Parauapebas, PA, Brasil. E-mail: depaulaprotasio@gmail.com
2Professor Titular do Departamento de Ciências Florestais. UFLA - Universidade Federal de Lavras. Caixa Postal 3037 - 37200-000, Lavras, Brasil. E-mail: trugilho@dcf.ufla.br ; scrosado@ufla.br
3Doutorando em Ciência e Tecnologia da Madeira. UFLA - Universidade Federal de Lavras. Caixa Postal 3037 - 37200-000, Lavras, Brasil. E-mail: anacaxitoengflor@hotmail.com
4Graduando em Engenharia Florestal. UFLA - Universidade Federal de Lavras. Caixa Postal 3037 - 37200-000, Lavras, Brasil. E-mail: thomazz2@hotmail.com
5Mestre em Agronomia / Produção Vegetal. UFGO - Universidade Federal de Goiás / Regional Jataí – Câmpus Cidade Universitária. Caixa Postal 3 - Rodovia BR-364, km 192 - Parque Industrial - 75801615 - Jataí, GO, Brasil. E-mail: jeffnaves@gmail.com

Recebido em 05/05/2016 - Aceito para publicação em 17/01/2017

Resumo

O objetivo deste trabalho foi verificar a viabilidade de uso da relação siringil/guaiacil da lignina e da produtividade de massa seca na classificação de clones de Eucalyptus visando à geração de calor e a produção de carvão vegetal, empregando-se técnicas univariadas e multivariadas. Foram avaliados 39 clones de Eucalyptus spp., aos 81 meses de idade, sendo amostradas três árvores por material genético. Todas as árvores foram cubadas rigorosamente para a obtenção do volume individual. Para a classificação e agrupamento dos clones de Eucalyptus foram utilizadas as seguintes características: densidade básica, teor de lignina total, relação siringil/guaiacil (S/G), volume individual sem casca e as estimativas de massas secas de madeira, de carbono e de lignina total. Procedeu-se às análises de variância univariadas e para o agrupamento dos clones utilizou-se o algoritmo de Scott-Knott a 5% de significância. Utilizou-se, ainda, a análise multivariada de agrupamento (cluster) visando obter grupos de clones similares. Observou-se que as estimativas de massa seca de madeira e de carbono foram as variáveis que mais contribuíram para a divergência genética total, sendo decisivas no agrupamento e classificação dos clones de Eucalyptus para a finalidade energética. O teor de lignina total, a relação S/G e a estimativa de massa de lignina contribuíram pouco para a diversidade genética dos materiais analisados, porém não devem ser negligenciadas no ranqueamento de clones para a produção de carvão vegetal ou energia térmica.
Palavras-chave: divergência genética, agrupamento, qualidade da madeira, lignina.

Abstract

The objective of this study was to determine the feasibility of using the ratio syringyl/guaiacyl of lignin and dry matter productivity in the classification of Eucalyptus clones, in order to generate heat and for charcoal production, using univariate and multivariate techniques. 39 Eucalyptus spp. clones were evaluated at 81 months of age, and three trees were sampled per genetic material. All trees were accurately scaled for obtaining of the individual volume. For the classification and grouping of Eucalyptus clones, the following characteristics were used: basic density, total lignin content, ratio syringyl/guaiacyl (S/G), individual volume under bark and estimates of wood dry matter, carbon and total lignin. Univariate analyses of variance were performed and, for clone grouping, the Scott-Knott algorithm at 5% significance was used. Multivariate cluster analysis was also used, in order to obtain groups of similar clones. It was observed that wood dry matter and carbon estimates were the variables that most contributed to the total genetic divergence, being decisive in the grouping and classification of Eucalyptus clones for energy purposes. The content of total lignin, ratio S/G and matter estimate of lignin little contributed to the genetic diversity of the analyzed materials. However, they should not be overlooked in clone ranking for charcoal or thermal energy production.
Keywords: genetic divergence, grouping, wood quality, lignin.





Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Via Comendador Pedro Morganti, 3500 - Bairro Monte Alegre
CEP: 13415-000 - Piracicaba, SP - Brasil
Reprodução permitida desde que citada a fonte.